Aguarde...

cotidiano

Coronavírus: mãe relata dor ao ver filho de 2 anos internado

Calvin tem 2 anos e 11 meses e está internado com suspeita de Covid-19 desde o último domingo, em São Carlos

| ACidadeON/São Carlos

Calvin precisou ficar quase 1 dia na UTI - Foto: arquivo pessoal/Caroline

Uma mãe de São Carlos tem passado por momentos difíceis desde o último domingo (22), quando seu filho de apenas 2 anos e 11 meses precisou ser internado na UTI da Santa Casa com suspeita de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Como forma de advertência, Caroline oferece seu relato para que outras mães e os demais cidadãos entendam a realidade que envolve o problema.  

"No sábado [21/3], o Calvin não tinha nada, tossia esporadicamente, coisa que é normal da estação em que estamos. Já tinha passado por avaliação médica nos dias 10, 13 e 16 de março, nesta última data estava com os dois pulmões limpos, ouvidos e garganta ok. Contudo, no domingo acordou com diarreia, dores abdominais, dor de cabeça, muita tosse e crise respiratória, dava desespero em ver", relatou a mãe.  

Desde então, o pequeno Calvin precisou ficar internado, primeiro na UTI da Santa Casa, com auxílio de oxigênio, depois foi transferido para o Hospital Universitário (HU), já sem a necessidade de terapia intensiva, porém em observação.  

"Só Deus sabe o quanto está sendo difícil para a minha família desde domingo. Primeiro deixar o Calvin dormir sozinho na UTI, sem saber se estava com medo, com fome, se sentindo sozinho. Depois estar com ele internado, nós dois em isolamento, sem poder receber visitas e nem trocar o acompanhante. Minha família não está completa desde domingo, Calvin chora bastante com saudade de casa, do pai e dos irmãos", acrescenta.   

Calvin continua internado, mas se recupera bem - Foto: arquivo pessoal/Caroline
 

Suspeita

Calvin é o filho do meio do casal, e os outros dois estão aos cuidados do pai e de familiares, já que eles também ficaram doentes recentemente e precisaram ficar isolados. O mais novo estuda na mesma escola em que um dos pais é o homem que testou positivo para Covid-19, em São Carlos, motivo que aumenta a suspeita da doença.  

O hospital informou Caroline que colheu amostras para testes de Influenza, Covid-19 e infecção por vírus sincicial respiratório. Neste momento, as testagens são concentrados na capital paulista, mas o resultado demora cerca de 20 dias para ser emitido.  

Atenção aos sintomas

Nesta sexta-feira (27), o pequeno Calvin já apresenta fortes sinais de melhora, mas ainda permanece internado para sua recuperação total.  

"O meu apelo é para que as mães fiquem atentas aos sintomas, febre, tosse, diarreia e ao menor sinal de desconforto respiratório, não hesitem em correr para o hospital. Mas, principalmente, não saiam de suas casas, não exponha seus filhos, seus pais, a sua família ao perigo. O Brasil não está preparado para essa pandemia, muita gente vai sim ser deixada para morrer", desabafa.  

Calvin é uma das 10 crianças internadas com suspeita de Covid-19 em São Carlos, das quais duas ainda permanecem em UTI, de acordo com o balanço dos casos divulgado pela Prefeitura Municipal.    

Foto:arquivo/divulgação/Pixabay

Fique em casa!

Além dos pequenos, 12 adultos também estão internados, três deles em UTI, para tratamento de suspeita de infecção por coronavírus. Ao todo, 7 casos foram descartados pelo Instituto Adolfo Lutz e 51 pessoas permanecem em isolamento domiciliar. São Carlos já registrou quatro mortes suspeitas.  

Os profissionais da saúde e especialistas reforçam a importância dos cuidados básicos de higiene e a necessidade de permanecermos, o máximo possível, em quarentena, evitando sair. 

O objetivo é controlar a disseminação da doença e permitir que todos os cidadãos infectados possam receber o tratamento adequado.

Mais do ACidade ON