Aguarde...

cotidiano

Professores da rede municipal são testados para Covid-19

Testagem de 900 docentes aconteceu neste sábado (19); diagnóstico sai em apenas 15 minutos

| ACidadeON/São Carlos

Professores da rede municipal são testados para Covid-19. Foto: ACidade ON São Carlos
Cerca de 900 professores da rede municipal de ensino de São Carlos (SP) estão sendo testados para a Covid-19 neste sábado (19), após a doação de mais de 1,5 mil kits de testes feita por uma empresa privada de equipamentos médicos. 

O procedimento considerado de rotina é rápido e prático. O teste, feito com apenas uma gota de sangue, verifica o IGM e IGG, anticorpos de presença ativa do vírus e o adquirido depois que você tem infecção. 


Os professores estão sendo testados em três unidades escolares: Emeb Carmine Botta, Emeb Angelina Dagnone de Melo e Cemei Cônego Manoel Tobias. Nos locais, as docentes são orientadas sobre o procedimento e após o teste aguardam 15 minutos para o resultado.

Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica do município Lívia Carolina Segnini Mori, a testagem é de extrema importância para que o município realize um mapeamento entre os docentes que estão cumprindo o isolamento social, já que as aulas municipais permanecem suspensas.

"É um inquérito investigativo muito importante. Primeiro que deixa os profissionais tranquilos sem saber que não estão com o vírus, e se estão, vão ser encaminhados para o monitoramento da prefeitura. Acho de extrema importância para saber a circulação do vírus, desse pessoal que ficou em casa e cumpriu o isolamento", disse.  

Professores da rede municipal de São Carlos são testados para Covid-19. Foto: ACidade ON
Doações
A testagem só foi possível devido a uma doação de 1.580 kits de testes realizada por uma empresa privada que comercializa suprimentos e equipamentos médicos. O material foi entregue no dia 11 de setembro para a Secretaria Municipal de Educação. Para participar da testagem, os professores precisaram se inscrever previamente.

A medida de testagem foi aprovada pelos docentes da rede municipal de ensino. Para a professora Luciana Santa Catarina Moreira, a ação vai trazer mais segurança para o município.  

"Penso que é muito importante que os professores venham a fazer essa testagem para saber qual é o panorama da rede municipal, uma vez que a gente vai voltar a trabalhar, pelo que tudo indica, em fevereiro, é importante saber a porcentagem de pessoas da rede que já tiveram contato com o vírus e as que ainda podem vir a ter", disse.  

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, dos 900 testes rápidos realizados, 13 confirmaram a presença do vírus. "Os servidores com resultados de IGM positivo foram encaminhados para as UPAS para a coleta de RT PCR. Todos já foram colocados em isolamento social", explica Crislaine Mestre, diretora de Vigilância em Saúde.

Mais do ACidade ON