Aguarde...

cotidiano

Médica afirma que Covid-19 pode afetar a visão do paciente

Sintomas relacionados a conjuntivite e alterações na retina foram constatados em alguns pacientes

| ACidadeON/São Carlos

 

(Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC)

A atual pandemia do novo coronavírus tem se mostrado um desafio para pesquisadores de todo o mundo na busca por seus fatores epidemiológicos e as melhores formas de tratamento. A área oftalmológica também tem trabalhado para entender de que modo o vírus se manifesta nos olhos. 

De acordo com a neuroftalmologista, Márcia Lúcia Marques, a principal porta de entrada para a doença no corpo humano é a mucosa oral e nasal, substância que também reveste os olhos, denominada conjuntiva. 

A Dra. Márcia explica que diversos estudos detectaram a presença do vírus na conjuntiva, mas em algumas pessoas a inflamação dessa mucosa conhecida como conjuntivite foi o único sintoma da Covid-19. 

"No entanto, não existe comprovação científica de que a infecção se deu diretamente por esta via, apesar de olhos não protegidos serem associados como risco potencial de transmissão do vírus", diz. 

Os sintomas manifestados pela conjuntivite variam de acordo com a causa, sendo os mais comuns a sensação de areia nos olhos, vermelhidão, lacrimejamento, prurido e secreção mucopurulenta. Embora a doença possa deixar sequelas, não há registros de danos permanentes quando associada ao coronavírus. 

Além da conjuntivite, a neuroftalmologista explica que também foram constatadas alterações em retina de pacientes previamente diagnosticados com o vírus mesmo naqueles com acuidade visual e reflexos pupilares normais. 

A médica reforça que nesse momento de pandemia, problemas como conjuntivite ainda podem ser evitados adotando as medidas básicas de higiene contra a Covid-19, como higienizar as mãos, evitar tocar o rosto, usar máscaras e, sempre que possível, manter o distanciamento social.

Mais do ACidade ON