Aguarde...

cotidiano

Três escolas estaduais de São Carlos já tiveram casos de Covid

Quatro servidores públicos testaram positivo, mas já estão curados e retornaram ao trabalho. Unidades seguem funcionando normalmente

| ACidadeON/São Carlos

E.E. Professor João Jorge Marmorato, em São Carlos (SP). Foto: Reprodução/EPTV

Quatro servidores públicos de três escolas estaduais de São Carlos (SP) já testaram positivo para Covid-19 durante esse período de retorno gradual das aulas. No município, 43 escolas seguem funcionando seguindo as determinações do Plano São Paulo. 

As informações foram confirmadas pela dirigente regional de ensino, Débora Blanco, que também informou que todos os servidores já retornaram ao trabalho e os funcionários que tiveram contato com os infectados testaram negativo.

Segundo ela, um caso foi em funcionário da secretaria, outro na vice direção de uma unidade e outros dois em professores que não tiveram contato com os alunos e contraíram a Covid em outro emprego.

"A primeira escola que apresentou foi a Professor Andrelino Vieira, em setembro, que foi um funcionário da secretaria que já se recuperou e voltou ao trabalho no dia 5 de outubro. Tivemos também na Professor João Jorge Marmorato, onde um professor em teletrabalho testou positivo, sendo contaminado em outro emprego. A terceira escola foi a Professor Luiz Augusto de Oliveira, tivemos uma professora que não teve contato com alunos e também se contaminou em outro emprego. A vice diretora também testou positivo, mas já está retornando", explicou Débora Blanco.

A dirigente ainda frisou que as três unidades seguem com suas atividades normalmente conforme determinações do Governo do Estado de São Paulo.

Retorno gradual
As unidades estaduais retomaram gradativamente as atividades em 8 de setembro, priorizando atividades de reforço e recuperação, acolhimento emocional, orientação de estudos e práticas esportivas. Porém, no dia 7 de outubro, o Governo do Estado autorizou o retorno de aulas regulares para o terceiro ano do ensino médio e para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Em São Carlos (SP), das 46 unidades, 43 estão atuando seguindo os protocolos sanitários estipulados pelo Plano São Paulo, que inclui limite máximo de 20% entre alunos e obrigatoriedade de máscara, uso do álcool em gel e distanciamento social.

Mais do ACidade ON