Aguarde...

cotidiano

Após recorde de internações, Estado deve anunciar endurecimento na quarentena

Alta no número de casos e na ocupação de leitos, além de temor por nova cepa motivam reação do governo do Estado

| ACidadeON/São Carlos

Estado pode endurecer quarentena diante da alta de casos e ocupação de UTIs. Foto: Agência Brasil
Com a alta na ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) em todo o território paulista, o governo do Estado deve anunciar medidas extraordinárias nesta quarta-feira (24).

A antecipação acontece após pedido do Centro de Contingência da Covid-19 por causa da alta de casos. A gestão João Doria fez o anúncio na segunda-feira (22), durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes. 
 
Leia também: 
 
São Carlos está na 4ª posição em ranking de vacinação  
 
COVID-19: São Carlos registra mais 2 mortes e 230 novos casos


"O Centro de Contingência apresentou recomendações extraordinárias. O governo está fazendo a análise, preparando atos do ponto de vista jurídico e essas medidas serão anunciadas na quarta-feira (24) para entrar em vigor na sexta-feira (26)", afirmou João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro.

Na coletiva que ocorreu em São Paulo, o coordenador informou que o Estado bateu recorde histórico de 6.410 pessoas internadas em UTIs registrado na segunda-feira.

Gabbardo explicou também que as novas restrições serão adicionais às que já são previstas pelo Plano São Paulo, que divide o estado em 17 regiões e coordena a adoção de medidas restritivas e também a flexibilização delas.

São Carlos divulgou na noite de ontem um dos maiores volumes de confirmação de casos, com 230 positivados. A cidade ainda teve duas novas mortes por Covid-19. A taxa de ocupação de leitos de UTI no município está em 72,7%, segundo a Prefeitura.

Na área de atuação do Departamento Regional de Saúde de Araraquara (DRS-3), a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 86,8% e de enfermaria, em 64,3%. Há o plano de abertura de novos leitos de terapia intensiva nos próximos dias no município vizinho, o que pode baixar a razão de ocupação.

As mudanças no Plano São Paulo chegam em meio a novas confirmações de casos da nova variante do Sars-CoV-2 em cidades do interior. Além de Araraquara, Ribeirão Preto divulgou 12 casos relacionados à nova cepa. Campinas enviou amostras para sequenciamento genético na capital.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON