Aguarde...

cotidiano

Mesmo com novos leitos, São Carlos continua com lotação em UTIs

Taxa de ocupação no Departamento Regional de Saúde de Araraquara (DRS 3) também voltou a subir

| ACidadeON/São Carlos

A chance de sequelas aumenta em pacientes graves que tiveram permanência prolongada em UTI (Foto: Unicamp/Divulgação)

Mesmo com a expansão de leitos de UTI Covid para adultos, São Carlos (SP) continua com superlotação e altos índices de internação. O Departamento Regional de Saúde de Araraquara (DRS 3) também voltou a registrar maiores taxas de ocupação em hospitais públicos. 

De acordo com a prefeitura, a taxa de ocupação de leitos especiais de UTI para adultos está em 95%. Neste momento, 78 pessoas seguem internadas na rede pública, sendo 38 em UTIs. Apenas dois leitos do SUS estão disponíveis no município. Na rede particular, nove estão internados. 

Esse número segue crescendo, já que na segunda-feira (22) essa mesma taxa de ocupação estava em 80%, com 32 pessoas internadas na UTI/SUS adulto e outras 11 na rede particular.   

Tanto a Santa Casa quanto o Hospital Universitário da UFSCar (HU-UFSCar) atendem também outras cidades da região via governo estadual, o que também sobrecarrega a disponibilidade dos leitos. Neste momento, 23 pacientes de outras cidades estão internados, sendo 18 deles na UTI da rede pública.

O município conta hoje com 44 leitos UTI/SUS, sendo 10 para adultos no Hospital Universitário (HU) e 34 na Santa Casa, sendo 30 leitos na ala adulto e 4 na ala pediátrica.

Leia mais: 

COVID-19: São Carlos registra 130 novos casos nesta terça (23) 

Santa Casa: 55% dos pacientes internados na UTI com Covid-19 não sobrevivem 

Após recorde de internações, Estado deve anunciar endurecimento na quarentena

Região
Araraquara (SP), que vive um colapso na saúde pública há dias, está em situação ainda mais difícil. Nesta quarta-feira (24), 12 pessoas estão aguardando leitos, sendo quatro para UTI. 

O aumento na taxa de ocupação também está refletido no Departamento Regional de Saúde de Araraquara (DRS-3), que compreende São Carlos e outras 23 cidades da região. 

Na semana passada, os índices tiveram uma discreta redução de 15 de fevereiro (87,9%) a 19 de fevereiro (84,7%). Porém, desde esta segunda (22), o número voltou a crescer: a taxa foi de 86,9% para 88,3%. 

Segundo a última atualização da Fundação Seade, a DRS-3 está com um índice de 80,6 internações para cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. São 16,8 leitos para cada 100 mil em toda a região.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON