Aguarde...

cotidiano

Ibaté e Itirapina ficam de fora de consórcio para compra de vacinas

As duas cidades não constam em lista final divulgada pela Frente Nacional de Prefeitos nesta sexta-feira

| ACidadeON/São Carlos

Covaxin, vacina de origem indiana. Foto: Vishal Bhatnagar/NurPhoto/Getty Images
Ibaté e Itirapina ficaram de fora da lista de municípios que aderiram ao consórcio para a aquisição de vacinas. As duas cidades não constam em lista final divulgada pela Frente Nacional de Prefeitos nesta sexta-feira (5). Procuradas, as administrações locais não comentaram.

Hoje foi o último dia para a adesão dos municípios. Os gestores locais deveriam assinar um protocolo de intenção para entrar no sistema de compras. A previsão é que a associação deva estar efetivamente instalada até o dia 22 de março.

Não há ainda indicação de qual vacina será comprada pelo consórcio público. A iniciativa da FNP surge após o Supremo Tribunal Federal autorizar estados e municípios a comprar e distribuir vacinas no caso de o Ministério da Saúde falhar no Plano Nacional de Imunização.

Na região, São Carlos, Descalvado, Brotas, Ribeirão Bonito e Dourado aderiram ao consórcio. Dos 1.703 municípios que aderiram, 341 são paulistas.

Com compras insuficientes, municípios estão tendo em dificuldade em manter o passo no cronograma de vacinação. Há casos, inclusive, de gestões que paralisaram a imunização por falta de doses. 

*Atualização: A prefeita de Itirapina (SP), anunciou na noite de sábado (6), em uma publicação nas redes sociais, que a cidade aderiu ao consórcio para aquisição de vacinas contra a Covid-19. A confirmação da FNP veio às 18h52, horas após a lista final divulgada pela Frente no qual a cidade não estava classificada. Veja mais clicando aqui.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON