Aguarde...

cotidiano

Santa Casa de São Carlos recebe doação de máscara PFF2

Com eficácia comprovada, equipamento possui micropartículas à base de sílica e prata incorporadas à superfície do material

| ACidadeON/São Carlos

Santa Casa de São Carlos recebe doação de máscara PFF2. Foto: Divulgação

Para ajudar a diminuir a circulação do vírus na cidade, profissionais que trabalham na Santa Casa de São Carlos (SP) receberam doação de 420 máscaras reutilizáveis de proteção com capacidade de inativação de 99% do Sars-Cov-2, vírus que causa a Covid-19.

Batizada de Oto Mask, o equipamento foi desenvolvido pela Elka Plásticos, tradicional indústria de plásticos e líder na produção nacional de brinquedos na primeira infância - em parceria com a Nanox, empresa especializada em materiais inteligentes, principalmente, em nanotecnologia.

A iniciativa da doação foi das duas empresas - Nanox e Elka Plásticos: "Decidimos realizar a doação para São Carlos, pois a região está na fase vermelha, com alto índice de infecção pela Covid- 19 e a taxa de ocupação dos leitos está em 89%. Nesse momento da pandemia, os profissionais de saúde já estão protegidos pela vacina, mas o uso de bons itens de proteção pessoal é uma das formas de se trazer segurança à população em geral e ainda diminuir a circulação do vírus", explica o co-fundador e Diretor da Nanox, Gustavo Simões.

Um dos diferenciais do produto é sua sustentabilidade. A Oto Mask é impermeável, ajustável e reutilizável, produzindo menos lixo no planeta, já que a troca do uso de uma máscara PFF2 comum pela Oto Mask pode reduzir consideravelmente o consumo do plástico. Além disso, foi desenvolvida com tecnologia e mão de obra 100% nacional.

A máscara de proteção possui micropartículas à base de sílica e prata incorporadas à superfície do material. Confeccionada com polímero flexível (TPE) - que é semelhante a uma borracha - é moldável aos contornos do rosto e pode ser esterilizada com uma lavagem simples, utilizando água e sabão.

A Oto Mask pode utilizar dois tipos de filtros instalados em cada lateral da máscara capazes de reter poeira, aerossóis e agentes biológicos. O SMS, ideal para a realização de atividades do dia a dia como idas ao supermercado e farmácias e também por trabalhadores do comércio e escritórios e os filtros PFF2 ou N95 - modelos recomendados para profissionais de saúde que estão na linha de frente no atendimento, como médicos, enfermeiras ou atividades industriais que exijam proteção máxima.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON