cotidiano

Especial coronavirus

Vacina: Taxa média de anticorpos de quem tomou imunizantes é de 65%, afirma laboratório de São Carlos

Mais da metade das pessoas que fizeram exame de resposta imunológica tinha anticorpos neutralizantes no organismo

| ACidadeON/São Carlos -

Laboratório. Foto: Instituto Butantan / Divulgação
A taxa média de anticorpos neutralizantes produzidos por quem tomou vacinas contra a Covid-19 é de 64,8%, de acordo com laboratório especializado em análises por DNA de São Carlos (SP). A estimativa foi divulgada nesta semana pela empresa.

A resposta imunológica foi aferida por meio de testes feitos com clientes e compilada em levantamento interno da DNA Consult. Os exames para aferir o potencial de imunidade estão em alta desde o começo da vacinação contra a Covid-19.

Segundo a empresa, das pessoas que fizeram o exame, 53,9% apresentaram diagnósticos positivos para a produção de anticorpos neutralizantes e 38,5% tiveram amostras negativas.

Entre as amostras positivas, 15,4% das pessoas apontaram uma taxa de anticorpos neutralizantes acima de 80%. Já 20,6% dos pacientes apresentaram um potencial de imunidade de 60 e 70%. Cerca de 17,9% obtiveram uma taxa de anticorpos neutralizantes entre 22% e 50%. Já os índices abaixo de 20% representam resultados negativos.

"As vacinas, vale lembrar, elas geram vários tipos de anticorpos. Esse anticorpo neutralizante é apenas um tipo, o mais importante. Isso não quer dizer que os outros 33% das pessoas que não apresentam o anticorpo neutralizante não estejam imunes", esclarece Euclides Matheucci, fundador e diretor científico do laboratório. Ainda segundo o cientista, cada pessoa apresenta uma reação diferente à vacina, gerando respostas imunológicas distintas.

Mais notícias


Publicidade