cotidiano

Especial coronavirus

Secretário da saúde se posiciona sobre liberação de máscaras: "abomino"

Prefeitura segue sem um posicionamento sobre a adesão da medida anunciada pelo governador João Doria; decisão deve ser tomada nesta semana

| ACidadeON/São Carlos -

Uso de máscara não será obrigatório ao ar livre a partir do dia 11 de dezembro (Foto: Luciano Claudino/Código19)

O secretário de Saúde de São Carlos (SP), Marcos Palermo, se posicionou contra a decisão estadual que permite a liberação do uso obrigatório de máscaras. A administração ainda não se posicionou a respeito.

"Não estamos preparados, a resposta é muito objetiva. Nós da saúde somos até suspeitos de falar. Nós abominamos essas ideias, essas ações precipitadas. Enquanto não vacinar o mundo inteiro, as cepas continuarão surgindo, e para mim, não é o momento", disse.

De acordo com o secretário, o mundo está sinalizando mais uma vez que os países estão em estado de alerta, situação que já foi vista - e não controlada - em 2019.

"Acho que precisa rever a situação, continuar usando máscara e mantendo o protocolo de distanciamento, higienização e assepsia das mãos, acho que seria o bem para todos", completou.

A administração pública ainda não tem uma posição sobre o uso. Segundo a prefeitura, o Comitê de Combate ao Coronavírus deve se reunir ainda nesta semana. 

Governador João Doria participa da coletiva (Foto: Governo do Estado de SP)
Entenda a situação
O governador João Doria (PSDB) anunciou no dia 24 de novembro, em coletiva de imprensa, a liberação do uso obrigatório de máscaras em locais abertos como ruas, parques e praças.

A máscara continua sendo obrigatória em espaços internos e também em áreas de transporte público. Em alguns locais, não há mais distanciamento mínimo.

A medida passa a valer em 11 de dezembro, mas ainda depende da publicação do decreto no Diário Oficial do Estado.

Mais notícias


Publicidade