Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Sesc realiza Simpósio de Atividades Físicas Adaptadas em agosto

Evento tornou-se internacional a partir de 2002, quando adotou a vinda de profissionais de outros países

| ACidadeON/São Carlos

Paratleta (Foto: Divulgação / Martinez Comunicação)
O Simpósio de Atividades Físicas Adaptadas é uma iniciativa pioneira do Serviço Social do Comércio - Sesc São Paulo. Realizado desde 1997, destaca-se tanto no campo acadêmico quanto no social, e conta com o apoio de Universidades e organizações vinculadas ao trabalho com a temática da Deficiência e da Atividade Física Adaptada.

O evento tornou-se internacional a partir de 2002, quando adotou a vinda de profissionais de outros países. Além disso, conta desde 2003 com o apoio da Sobama - Associação Brasileira de Atividade Motora Adaptada.

Os principais objetivos são possibilitar que profissionais, educadores, alunos e o público em geral, entrem em contato com metodologias e técnicas de trabalho voltadas às atividades físicas e esportivas adaptadas às pessoas com deficiências e/ou necessidades especiais, e ainda difundir o conhecimento produzido por pesquisadores e profissionais da Educação Física Adaptada e áreas correlatas.

O evento busca ainda ao basear-se na compreensão do ser humano como um ser integral e que tem no movimento corporal uma possibilidade de conexão consigo, com o outro e com a comunidade promover a inserção de pessoas com deficiências e/ou necessidades especiais, de qualquer idade e condição socioeconômica, na prática de atividades físicas e/ou esportivas e, ao informar e inserir a comunidade nos debates sobre a temática, busca a conscientização da necessidade de se evitar preconceitos e discriminação em relação às diferenças.

Ao longo de vinte edições, o evento contou com a participação de cerca de 6.000 profissionais da área, de mais de 13 países, representando 19 diferentes Universidades/Instituições.

Além de conferências, cursos e palestras, o Simpósio conta com apresentações de trabalhos acadêmicos e relatos de experiência, grupos de trabalho, oficinas, vivências, apresentações esportivas e culturais.

Em 2019, o evento possibilitará aos participantes interessados fazerem uma visita técnica a espaços culturais e esportivos que trabalham na perspectiva da Inclusão e Acessibilidade, na capital paulista, entre os quais o Museu do Futebol, a Pinacoteca do Estado e o Centro Desportivo Paralímpico.

Comemorando a 20ª edição, o evento pretende reforçar seu papel de promotor e difusor de conhecimento para a área no Brasil, com uma programação diversificada, capaz de acolher profissionais de diferentes países e frentes de atuação no campo das atividades físicas adaptadas para pessoas com deficiência e/ou necessidades especiais.

Assim, de 28 a 31 de agosto de 2019, o Sesc São Carlos realiza o Simpósio de Atividades Físicas Adaptadas, que neste ano tem como tema norteador A Pessoa com Deficiência e as Atividades Físico-Esportivas e de Lazer: Direito, Empoderamento e Participação Plena.

Tema
Esporte e Lazer são direitos garantidos pela Constituição Brasileira. As atividades físico-esportivas no lazer são importantes meios para o desenvolvimento integral do ser humano, pois influenciam e provocam mudanças e ganhos fisiológicos/metabólicos, psicológicos e sociais, correspondendo a um extraordinário recurso para aprender a ser e a conviver.

A participação em programas e atividades físico-esportivas e de lazer promove, entre outros benefícios, o fortalecimento pessoal (dimensão individual), interpessoal (dimensão grupal) e político (dimensão social/em sociedade), possibilitando, ainda, a conquista de autonomia para que a pessoa seja capaz de fazer escolhas sobre sua própria vida, e tenha segurança para exercer sua cidadania plena, influenciando inclusive a sociedade.

Observa-se que, advindas das suas próprias peculiaridades (funcionalidade, autonomia, apoio familiar e o sentimento de empoderamento e pertencimento), somadas a uma certa inadaptação do meio social (quanto à avaliação das necessidades, condições de acessibilidade, opções metodológicas e de políticas públicas), agravadas ainda por uma prática social desinformada e assistencialista, baseadas apenas em modelos clínicos ou esportivos de alto rendimento, as Pessoas com Deficiência não têm tido ainda o real acesso à prática regular, autônoma e adequada nas atividades físico-esportivas e de lazer, seja nos centros de esporte e lazer, clubes, academias, parques e praças, etc.

Assim, torna-se oportuno discutir quais conhecimentos e ações se fazem necessárias para que seja efetivado um processo de participação que respeite as capacidades, os talentos, as potencialidades das Pessoas com Deficiência, e que assegure o direito de igual oportunidade para a participação efetiva desta população em atividades físico-esportivas e de lazer no cotidiano.

Diante desse quadro e buscando ampliar o conhecimento profissional e a consciência sobre as infinitas possibilidades do ser humano, o Simpósio de Atividades Físicas Adaptadas 2019 pretende discutir quais competências e fatores podem influenciar de maneira positiva para a oferta eficaz de atividades físico-esportivas e de lazer para pessoas com deficiências.

Acompanhando as atuais tendências de participação plena, por meio de grupos específicos ou de forma inclusiva, participar, hoje, mais do que um direito, é uma obviedade.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook