Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Analfabetismo atinge 23 mil moradores em São Carlos, aponta IBGE

No município, o Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (Mova) tenta erradicar esse índice educando desde jovens acima de 15 anos até adultos.

| ACidadeON/São Carlos


Analfabetismo atinge 11,3 milhões de brasileiros, segundo IBGE. Foto: Folha

Ler um livro, fazer cálculos presentes em nosso cotidiano e até mesmo mexer em um celular. São atos simples, mas que cerca de 23 mil moradores de São Carlos ainda não conseguem realizar. A causa? O analfabetismo.

"Uma pessoa analfabeta não tem autonomia nenhuma, ela fica restrita a dependência de outra pessoa, por mais que tenha conhecimento de mundo, mas a aquisição da leitura e da escrita vai dar mais liberdade para ela na questão da independência, vão se sentir inseridos na sociedade", explicou Maria Alice Zacharias, diretora do Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (Mova) de São Carlos.  

Segundo dados de 2010 do Índice Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o caso se agrava ainda mais no Brasil, onde 11,3 milhões de pessoas acima de 15 anos são analfabetas, o que corresponde a 6,8% da população. No mundo, são mais de 750 milhões nessa mesma condição.   

Qual é o sentimento?
Preconceito, exclusão e discriminação são sentimentos que analfabetos sofrem no cotidiano, e dentro do Mova São Carlos, os relatos são muito mais frequentes do que os educadores gostariam.  

"Teve um deles que chegou para mim e falou assim: Às vezes a gente tem medo de até pisar na calçada porque a gente acha que vai ser maltratado, não vai ser ouvido e nem enxergado. Querendo ou não, a gente passa por essas coisas e por esse preconceito grande. Eu entendo o que eles dizem porque eu vim da roça, então sei exatamente o que eles passaram porque eu também passei", desabafou Maria Alice.  

A gravidade do problema é alta porque, ao mesmo tempo que o mundo está em constante desenvolvimento tecnológico e com informações instantâneas, nem todos possuem acesso a esse tipo de dados e não acompanham tal crescimento.  

"Querendo ou não, a pessoa já está excluída de diversas situações do dia a dia por não saber ler e escrever, e agora por não ter acesso ao mundo digital também as exclui pela segunda vez", explicou a educadora.  

Maria Alice Zacharias, coordenadora do Mova São Carlos. Foto: ACidade ON São Carlos
Uma luta maior
O Mova São Carlos é uma das instituições que luta para diminuir essa taxa no município. Com 24 núcleos de alfabetização e atendendo na Santa Eudóxia, Água Vermelha, Assentamento Santa Helena e Capão das Antas, o diferencial é o diálogo e o acolhimento.  

"Nós vamos de porta em porta. Quando abordamos, eles sempre falam que já passaram da idade que não aprendem mais, e por isso é importante esse contato prévio, para mostrar que eles são capazes, o acolhimento faz a diferença", contou Maria Alice.  

Um dos principais propósitos do movimento é personalizar o modo de educar segundo as demandas e necessidades dos alfabetizandos, além e também apresentar espaços e atividades das quais eles nunca tiveram acesso.  

"É tudo com base no que eles vão utilizar. A gente busca ir além do processo só de aprender a ler e escrever, mas ver o que está posto na entrelinha de um texto, entrelinhas de uma fala, qual vai ser minha postura a partir disso que está acontecendo comigo, quais são os caminhos que devem seguir", disse ela.  

E assim os educadores seguem seus trabalhos, alfabetizando quem aceita o desafio de aprender após anos sem estudar. "Ver as pessoas lendo pela primeira vez depois de passar praticamente a vida toda sem ter acesso ao que está escrito, é uma transformação, uma alegria que não tem dimensão e é isso que nos motiva a continuar", concluiu Maria Alice.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON