Aguarde...

cotidiano

Prefeitura diz que não há previsão para retorno das aulas

Aulas da rede municipal e estadual serão suspensas definitivamente a partir de 23 de março

| ACidadeON/São Carlos

Escola Estadual Dona Aracy Leite Pereira Lopes. Foto: Divulgação

As aulas da rede municipal e estadual deverão ser totalmente suspensas a partir da próxima segunda-feira (23). Segundo a Secretaria da Educação, não há previsão para retorno das aulas ou reposição das atividades escolares. As medidas serão definidas pelo Governo do Estado.  

Todas as decisões da Prefeitura Municipal seguem as recomendações do Governo do Estado. Até o momento, o estado de São Paulo conta com 152 casos confirmados e 1.177 casos suspeitos de coronavírus.  

Nesta semana, o município segue com suspensões gradativas para Emebs e Cemeis e para a rede municipal e estadual. O Educação de Jovens e Adultos (EJA) e o Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (Mova) já foram interrompidos.  

"Pais que puderem ficar com seus filhos, a recomendação é que evitem levar para escola. Os que não puderem, durante esta semana terão atendimento normal e merenda. É uma semana de conscientização, não só para funcionários, mas também para pais, alunos e avós, para toda a população", explicou o secretário de Educação, Nino Mengatti.  

Não há previsão para quantos dias os alunos deverão ficar sem aula. As faltas desta semana serão abonadas. Segundo Mengatti, o calendário de reposições deverá ser definido pelo Conselho Estadual de Educação (CEE).  

"Temos que ter responsabilidade neste momento, e a preocupação com a vida das crianças e funcionários e da própria população. Nossas ações estão em consonância com o Governo", disse.  

Fundação Educacional de São Carlos

Outras unidades
O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) também suspendeu as atividades de capacitação dos polos de aprendizagem até 31 de março. As unidades particulares do município devem seguir as orientações do Governo.  

A Fundação Educacional São Carlos (FESC) também terá atividades suspensas a partir desta terça-feira (17), por tempo indeterminado. A suspensão inclui os programas educacionais Universidade Aberta da Terceira Idade (UATI), Universidade Aberta do Trabalhador (UNIT), Programa de Inclusão Digital (PID) e Escola Municipal de Governo (EMG).  

A decisão inclui as parcerias externas com as secretarias municipais de Infância e Juventude e de Cidadania e Assistência Social, porém o Campus I da FESC, na Vila Nery, também conhecido como Campo do Rui, continuará aberto à comunidade, já que no local funciona a pista de caminhada, academia ao ar livre, academia de calistenia e parquinhos infantis.  

A Biblioteca FESC ficará fechada por trinta dias e o atendimento ao público será feito, preferencialmente, por telefone e e-mail. As salas, auditório e piscina também não poderão ser utilizadas nesse período.