Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Polícia investiga caso de maus-tratos contra criança de um ano

O garoto ficou quase um mês internado no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto com graves lesões na coluna

| ACidadeON

Caso está sendo investigado (Arquivo/ACidadeON)
A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Araraquara vai investigar um caso de violência doméstica contra uma criança de um ano e quatro meses. O garoto ficou quase um mês internado no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto com graves lesões na coluna, correndo risco de ficar tetraplégico. Agora, se recupera e está sob a tutela do Estado. 

O relatório do Hospital das Clinicas diz que o paciente deu entrada com uma lesão grave na coluna. Os pais disseram que em maio deste ano, a criança começou a andar curvada e o quadro evolui para acúmulo de líquidos no abdômen, diarreia e vômitos. O menino acabou internado em Araraquara e devido à gravidade foi levado para Ribeirão Preto. 

Exames diagnosticaram ainda lesões antigas nas costas do menino. Baseado nestes e em outros fatores, incluindo mudança de comportamento da criança na presença dos pais, foi pedida uma avaliação do Conselho Tutelar de Araraquara. 

O Conselheiro Tutelar Marcio Servino explica que há um ano, quando o bebê tinha quatro meses, a mãe o levou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com lesões nos dois braços e após um raio-x, fraturas foram diagnósticas e o Conselho Tutelar foi chamado.  

Na época, o Ministério Público e a Vara da Infância foram acionados e a tutela do bebê passou para os avós. Os pais passaram por avaliações e a criança retornou para casa.  

"Agora, o HC nos procurou com um relatório de lesões mais complexas e através de um trabalho em rede, junto com o Ministério Público e a Vara da Infância, a guarda da criança foi retirada novamente dos pais. Depois de dar entrada com um quadro de saúde muito grave, o menino está bem, teve alta e está sob a tutela do Estado", diz Servino. 

A polícia preferiu não se manifestar sobre o assunto, mas está investigando o caso.

Mais do ACidade ON