Aguarde...
Voltar

cotidiano

TJ decreta prisão de acusado de participar de morte de adolescente em São Carlos

Walace Tales de Oliveira estaria envolvido no homicídio de Vitor Batista Liberato, que foi assassinado com um tiro na cabeça em janeiro de 2017

| ACidadeON/São Carlos

Justiça (Foto: Pixabay / Divulgação)
 

A 7ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) pediu a prisão preventiva de Walace Tales de Oliveira pela participação no assassinato do adolescente Vitor Batista Liberato, de 15 anos. 

O crime aconteceu no dia 20 de janeiro de 2017, em um canavial na zona rural de São Carlos.   

De acordo com o TJ-SP, o acusado será submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri junto com Miguel Carvalho da Silva Freitas e Gilberto de Almeida, que já estão presos.  

A defesa dos acusados não foi encontrada pela reportagem do ACidade ON São Carlos.  

O crime  

De acordo com a denúncia, Vitor, que era usuário de drogas e traficava para manter o vício, ficou devendo para Gilberto.  

No dia 20 de janeiro de 2017, Walace levou Vitor para dormir em sua casa e ele subtraiu dinheiro e drogas no local.  

Por conta da dívida e do furto, Gilberto e Walace pediram ajuda de Miguel para matar Vitor.  

Os três entraram no carro de Miguel e passaram a procurar Vitor, o encontrando. Em seguida, o colocaram dentro do veículo e Miguel passou a golpeá-lo nos braços usando uma faca.  

No local dos fatos, os três agrediram Vitor, obrigaram que ajoelhasse e, imobilizado, Miguel desferiu um disparo de arma de fogo, de cima para baixo, na cabeça de Vitor, o matando.  

Narra a denúncia que o crime foi cometido por motivo torpe, porquanto oriundo da dívida e do furto de drogas, bem como o emprego de meio cruel por conta do aumento desnecessário do sofrimento.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON