Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Polícia busca testemunhas que estavam em festa onde jovem foi morto

Luan da Silva, de 23 anos, foi assassinado com um tiro no peito e o outro na cabeça. Crime aconteceu na madrugada de domingo (20), em Ibaté

| ACidadeON/São Carlos

Delegado Gilberto de Aquino deu detalhes sobre o caso. Foto: ACidade ON São Carlos
 

A Polícia Civil está procurando por testemunhas que estavam no baile funk onde o jovem Luan da Silva, de 23 anos, foi assassinado com um tiro no peito e o outro na cabeça. O crime aconteceu na madrugada de domingo (20), em Ibaté. O suspeito do crime ainda não foi localizado.  

De acordo com o delegado Gilberto Aquino, a polícia procura por evidências que cheguem até o autor dos disparos e investiga se essa mesma pessoa também agrediu a amiga de Luan. "Além da vítima, uma pessoa recebeu uma garrafada no rosto. Ela sofreu um traumatismo facial e ficou internada. Nós estamos coletando informações para ver se esse mesmo indivíduo que matou o Luan é o autor da agressão contra essa moça, que foi atingida na testa", disse.  

Ainda segundo o delegado, o proprietário da chácara também deve ajudar a identificar os responsáveis pelo baile funk.  

Em entrevista ao EPTV-1, o irmão de Luan, Bruno Henrique Vicente da Silva, pediu justiça: "A família quer justiça. Se não vier da polícia, que venha de Deus. É só isso que a gente quer", disse.  

Luan da Silva chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Foto: Reprodução/ Facebook


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON