Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Acusado de roubar loja de carros na Av. São Carlos tem recurso negado

Karyston Roberto Saydel Ciacci teve a pena de 7 anos de prisão mantida pelo TJ-SP. Crime aconteceu em outubro de 2018

| ACidadeON/São Carlos

Acusado foi detido com o carro roubado. Foto: Arquivo/ ACidade ON São Carlos
 

A 5ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou o recurso de um homem que é acusado de ter participado de um roubo em uma loja de veículos em São Carlos. O crime aconteceu na Avenida São Carlos, região central da cidade, no dia 10 de outubro de 2018.

Karyston Roberto Saydel Ciacci teve a pena de 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão, em regime fechado, mantida pelo TJ-SP.  

Responsável por defender o acusado, a Defensoria Pública pediu a nulidade do reconhecimento efetuado pela vítima. Além disso, também solicitou a absolvição do crime por falta de provas e pediu que ele fosse julgado pelo crime de receptação e não roubo.  

"O reconhecimento efetuado pela vítima atendeu a todas as exigências legais, sendo certo que a vítima apontou o réu como autor do delito, indicando em audiência a sua conduta durante a empreitada criminosa. No mais, não há que se falar em absolvição por insuficiência probatória, eis que a materialidade restou comprovada pelas provas colhidas, sendo certa também a autoria", argumentou no processo o desembargador José Damião Pinheiro Machado Cogan, que foi o relator do caso.  

O crime  

Segundo consta no processo, usando uma arma de fogo, Karyston, acompanhado de outros três criminosos, rendeu o proprietário da loja de veículos, o agrediu com uma coronhada e mandou ele entregar os objetos de valor.  

Em seguida, ele e os comparsas fugiram levando uma carteira de cor marrom, um notebook Samsung, um notebook Acer, uma corrente de ouro com pingente, dois tablets, um celular Apple iPhone 5, e um veículo GM Cruze.  

No dia seguinte, o acusado passou com o carro roubado pelo radar detecta da SP-215 e foi detido ao entrar no bairro Cidade Aracy. De acordo com a Polícia Militar, ele tentou fugir correndo, mas não conseguiu.  

Na época, ao ser questionado pelos policiais, o suspeito disse que ficou encarregado de esconder o veículo, mas que não participou dos roubos, versão que ele manteve durante o processo.  

Leia mais: Suspeito de participar de dois roubos é detido no Aracy

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON