Aguarde...

cotidiano

Polícia afirma que incêndio em estátua da Havan foi criminoso

Caso ocorreu na última terça-feira (31). Um carro que passou pelo local está sendo investigado

| ACidadeON/São Carlos

Foto: Colaboração/EPTV Central
 

O incêndio que destruiu a estátua da loja Havan na última terça-feira (31) foi criminoso, afirmou a Polícia Civil de São Carlos.

De acordo com informações do 1° Distrito Policial, o delegado teve acesso a imagens das câmeras de segurança do local e agora investiga um carro que estava próximo à estátua.

Um vigilante da empresa de segurança que esteve no local no dia do crime também deve ser ouvido pela polícia nos próximos dias. Até o momento, ninguém foi preso.  



Entenda o caso  

A estátua da liberdade da Havan, localizada na Washington Luís (SP-310) em São Carlos, pegou fogo entre o final da madrugada e o início da manhã de terça-feira (31).  

De acordo com o Corpo de Bombeiros de São Carlos, o fogo foi controlado por volta das 5h desta manhã.  

Ato terrorista  

Luciano Hang, proprietário da rede de lojas Havan, disse em um vídeo publicado em seu perfil no facebook que o incêndio na estátua de sua loja de São Carlos foi um ato terrorista.   

Luciano Hang em vídeo no seu perfil do facebook - Foto: rede social

 

Em uma live realizada na tarde desta terça-feira (31), Hang se comprometeu a trazer uma nova estátua para a cidade, ainda mais chamativa.  

O empresário também mostrou imagens nas quais estariam supostos artefatos explosivos utilizado pelos suspeitos. Ele disse que nas imagens é possível ver a ação dos supostos terroristas.

Mais do ACidade ON