cotidiano

Estado afirma que vai apurar uso de vacina errada em adolescentes

Em São Carlos, administração afirma que não houve aplicação de imunizante sem autorização da Anvisa; vacina da Pfizer é a única permitida para adolescentes

| ACidadeON/São Carlos -

Vacinação contra a Covid-19 - Foto: Prefeitura/ CCS
A Secretaria Estadual de Saúde iniciou investigação para identificar eventuais erros de aplicação de vacina contra a Covid-19 em adolescentes nos municípios paulistas. Em São Carlos, a Prefeitura afirmou que somente aplicou Pfizer em menores de 18 anos.

Segundo a pasta, o objetivo da apuração é separar supostos erros de aplicação de preenchimento incorreto no sistema Vacivida.

Na quinta-feira (17), o Ministério da Saúde afirmou que municípios paulistas aplicaram de forma incorreta vacinas do Butantan (4.464), Astrazeneca (2.356) e Janssen (92) em adolescentes. Somente o imunizante da Pfizer tem uso em menores de 18 anos aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

"O Estado de São Paulo distribui para aplicação somente vacinas contra Covid-19 devidamente autorizadas pela Anvisa e com as devidas orientações de uso aos 645 municípios", afirmou em nota a pasta estadual.

Sobre eventos adversos, a pasta afirmou que identificou casos em 0,001% dos 2,4 milhões de adolescentes vacinados.

A vacinação de adolescentes tem gerado polêmica nos últimos dias, sobretudo após o Ministério da Saúde editar portaria suspendendo a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos, na quarta (15). Ontem, o município de São Carlos decidiu acompanhar a recomendação do Estado de continuar a campanha para menores de 18 anos.

Mais notícias


Publicidade