Aguarde...

Economia

Dia dos Pais traz esperança de melhora nas vendas em São Carlos

Comércio pode abrir 6 horas por dia na cidade. Economista diz que é importante os moradores priorizarem o comércio local neste momento

| ACidadeON/São Carlos

Dia dos Pais é a esperança dos comerciantes de tentar diminuir os prejuízos. (Foto: Código 19)
 

Após passarem o Dia das Mães de portas fechadas por conta da pandemia, os comerciantes de São Carlos vão poder receber os clientes nesta semana que antecede o Dia dos Pais. Atualmente, a cidade está na fase amarela do Plano SP e as lojas podem funcionar 6h por dia.  

A estratégia para atrair o consumidor é a velha e boa promoção. "A gente fez um planejamento todo pensado no dia dos pais, com promoções bem atrativas para agradar os clientes tanto com o produto tanto com o atendimento", disse Juliana Hernandez, que é gerente de uma loja de roupas e sapatos na cidade.  

Fábio Renato Camargo é gerente de uma outra loja de roupas e elogiou a flexibilização de horários para trabalhar. "Estendendo esse horário para seis horas, dividiu um pouquinho mais o horário para que os clientes viessem até a loja. [Além disso], dividiu um pouco mais também a questão de os clientes não ficarem muito tumultuados dentro da loja", afirmou.  

Quem também aprovou a possibilidade de o comércio ficar mais tempo disponível para os clientes foi a confeiteira Carla Regina Braga. "Dá mais tempo para o pessoal procurar, correr de uma loja para a outra e ter mais opções", explicou.  

Segundo o economista Diego Souza, mesmo com a flexibilização, os comerciantes ainda vão precisar usar a criatividade para recuperar as vendas. "É trazer para esse cliente possibilidades, me comunicar com ele, utilizar as maiores plataformas possíveis e mostrar as possibilidades de produtos dentro da minha loja".  

O economista também ressaltou a importância de os moradores priorizarem o comércio local neste momento. "É um momento em que tanto os lojistas quando as pessoas comuns estão passando dificuldades. Então, eu tenho certeza de que, se essa rede for bem fomentada, é uma grande possibilidade para o lojista poder respirar e pagar os custos fixos que vêm estourando na conta dele há muito tempo", concluiu.


Mais do ACidade ON