Publicidade

economia

Motoristas reclamam do preço dos combustíveis em São Carlos

Nesta semana, Procon identificou aumento de até R$ 0,10 centavos no litro do etanol e gasolina em alguns postos e notificou 11 deles.

| ACidadeON/São Carlos -

Combustível
Combustível

Os motoristas de São Carlos reclamam do constante aumento no preço dos combustíveis na cidade. Procon vistoriou postos na quinta e sexta-feira e notificou 11 deles (veja abaixo). 

A auxiliar administrativa Michele Cristina, de 30 anos, que usa o veículo para ir ao trabalho e também levar os filhos para a escola, disse que vem tentando economizar ao máximo, mas que está difícil. "A gente está colocando praticamente metade do que colocava, antes completava o tanque com R$ 100 e hoje não dá nem meio tanque. Está aumentando toda semana. Assim fica complicado, o bolso não vai aguentar". 

A situação não é muito diferente para o mecânico Edson Chiari, de 60 anos. "Eu só coloco o que vou usar mesmo e não deixo nada. Não tem condições hoje de manter o tanque cheio", disse. 

"Tem que economizar de todo jeito enquanto não melhora", complementou Chiari. 

Fiscalização Procon 

O Procon São Carlos realizou na quinta (9) e sexta-feira (10) uma força tarefa para fiscalizar os postos de combustíveis e identificar as práticas abusivas de aumento de preço por conta da paralisação dos caminhoneiros. 

As denúncias começaram a chegar no órgão após a interdição nas rodovias da região. Em alguns estabelecimentos foram identificados aumentos de até R$ 0,10 centavos no litro do Etanol e gasolina. O preço mais alto cobrado na gasolina foi de R$ 5,999 e de R$ 4,699 para o litro de etanol.

Ao todo, 11 postos foram notificados e terão que justificar aumento no preço dos combustíveis.  
 
As denúncias podem ser realizadas nos seguintes canais do Procon São Carlos são os seguintes: 3419-4510 (telefone e WhatsApp) e http://procon.saocarlos.sp.gov.br.
 
Combustível
Procon realizou fiscalização nos postos de São Carlos. Foto: Divulgação



Mais notícias


Publicidade