Publicidade

economia

Temperatura baixa dá a tônica dos presentes do Dia das Mães em São Carlos

Comerciantes e vendedores apontam "movimento bom" nesta quinta, mas esperam mais no final de semana, com os pagamentos nas contas dos trabalhadores e 13º do funcionalismo

| ACidadeON/São Carlos -

Centro de São Carlos tem movimento "bom" nesta quinta (5). (Foto: CBN São Carlos)
A temperatura mais baixa dos últimos dias deu a tônica dos presentes escolhidos para o Dia das Mães em São Carlos. O movimento está "bom", dizem os comerciantes, mas com expectativa de que fique melhor com a primeira parcela do 13º salário da Prefeitura.

Os quase R$ 10 milhões de injeção na economia com os recursos extras nas contas dos servidores e a semana de pagamento dos trabalhadores privados, aliados à maior flexibilização deste ano deu ânimo para vendedores e lojistas. O frio e a expectativa de faturamento fazem com que patrões e funcionários do setor esfregue as mãos nos salões de venda.

A Associação Comercial e Industrial de São Carlos (Acisc) estima que o varejo da cidade tem potencial de crescimento das vendas de 4% a 7%, na comparação com abril.

Davis André de Souza é proprietário de loja e tem reparado na maior procura por produtos relacionados ao friozinho. Ávidos, consumidores levam pijamas, chinelos e camisolas. O tíquete médio é de R$ 100, calcula o empresário.
 
São Carlos nas vésperas do Dia das Mães (Foto: CBN São Carlos)
"Os dias de pagamento vão ocorrendo e a Prefeitura vai fazer a antecipação do 13º. Então tem essa injeção de dinheiro que vem ocorrendo", afirmou.

A visual merchandising Stephanie Santos tem percebido o maior interesse dos consumidores por roupas de frio. Na loja onde ela trabalha, o tricô tem saído bastante. Por lá a média de gastos por consumidor gira em torno de R$ 100, mas os fregueses podem escolher por modelos "mais fininhos" que são mais baratos, porém esquentam menos.

"É que está dando bastante movimento na loja, mas acreditamos que a partir de amanhã o movimento vai bombar em todo o centro da cidade", vaticina. 
 
Centro de São Carlos hoje. (Foto: CBN São Carlos)
Para mãe e sogra
A geóloga Lívia Acioly estava no Centro para comprar presentes para a mãe e a sogra. Com o orçamento restrito, com os apertos da inflação, estava pensando bem nas peças que iria comprar.

"Estou vendo roupa de meia estação, que é exatamente o que tem por aí. Põe um casaco por cima e dá para ir para qualquer lugar".  

Baixo custo
Para quem busca lembranças, há opções também no comércio. Na loja em que trabalha Marcela Santos, por exemplo, clientes estão levando canecas e kits. O preço varia de R$ 13 a R$ 20.

"É o que está saindo, caneca decorada com o nome. Nós temos as pelúcias também", relembra.

Na própria loja há opção para quem tem mais dinheiro no bolso. "Eles [os clientes] estão indo querendo dar alguma coisa mais assim, que não pese tanto, né?", concluiu.

Mais notícias


Publicidade