Publicidade

economia

Saque de até R$ 1 mil é liberado para nascidos em maio

Mais de 3,8 milhões de trabalhadores poderão movimentar os valores nesta data pelo Caixa Tem

| ACidadeON/São Carlos -

Auxílio será de R$ 400 (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

A Caixa realiza, neste sábado (14), o pagamento do Saque Extraordinário do FGTS para cerca de 3,8 milhões de trabalhadores nascidos em maio. Serão creditados aproximadamente R$ 2,7 bilhões.

Todos os trabalhadores que possuem conta do FGTS com saldo disponível terão direito ao Saque Extraordinário do FGTS de até R$ 1 mil. O crédito do Saque Extraordinário será realizado de forma automática na conta do CAIXA Tem, em nome do trabalhador, conforme o calendário divulgado.

Em todo o calendário de pagamento, serão liberados cerca de R$ 30 bilhões para aproximadamente 42 milhões de trabalhadores com direito ao saque.

Confira o calendário completo: 

Calendário do Saque Extraordinário do FGTS. Foto: Reprodução/Caixa
Como movimentar o saldo
Após o crédito dos valores, é possível pagar boletos e contas, utilizar o cartão de débito virtual para pagamento em lojas, sites ou aplicativos, além de fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos pagando com o QR Code nas maquininhas. 

O valor também pode ser transferido para outras contas bancárias da Caixa ou de outro banco. É possível ainda realizar transações por meio do Pix, além de efetuar saque nos terminais de autoatendimento da Caixa e nas casas lotéricas.

Caso o crédito do Saque Extraordinário não seja disponibilizado de forma automática, o trabalhador deverá acessar o App FGTS, no menu "Saque Extraordinário", confirmar/complementar os dados cadastrais e clicar em "Solicitar Saque" para liberação do valor. 

Para não receber
O trabalhador poderá indicar que não deseja receber o Saque Extraordinário do FGTS, para que sua conta do FGTS não seja debitada. Nesse caso, ele deverá acessar a nova versão do Aplicativo FGTS ou se dirigir a uma das agências do banco para informar que não quer receber o crédito. 

Após a realização do crédito na Conta Poupança Social Digital, o trabalhador pode, ainda assim, optar pelo desfazimento do crédito automático, também pelo app FGTS, até 10 de novembro de 2022. 

Caso o crédito dos valores tenha sido feito na Poupança Social Digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 15 de dezembro de 2022, os recursos serão retornados à conta do FGTS, devidamente corrigidos e sem nenhum prejuízo ao trabalhador.

Mais notícias


Publicidade