Publicidade

economia

Bolsonaro diz que Petrobras "pode mergulhar o Brasil num caos"

Afirmação veio pouco antes do anúncio de mais um aumento no valor dos combustíveis, que passa a valer neste sábado (18)

| ACidadeON/São Carlos -

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O presidente da República Jair Bolsonaro usou o Twitter nesta sexta-feira (17) para reforçar a posição do governo contrária a qualquer reajuste no valor dos combustíveis. "A Petrobras pode mergulhar o Brasil num caos", escreveu. Logo após, a empresa anunciou aumento na gasolina e no diesel.

"Seus presidente, diretores e conselheiros bem sabem do que aconteceu com a greve dos caminhoneiros em 2018, e as consequências nefastas para a economia do Brasil e a vida do nosso povo", continuou o chefe do Executivo, pouco antes de a Petrobras anunciar o novo reajuste do diesel e da gasolina.

Na mesma rede social, o presidente ainda voltou a chamar o lucro da estatal de "exagerado" e a dizer que a empresa tem uma função social. "O Governo Federal como acionista é contra qualquer reajuste nos combustíveis, não só pelo exagerado lucro da Petrobrás em plena crise mundial, bem como pelo interesse público previsto na Lei das Estatais", publicou Bolsonaro.

Entenda
A Petrobras anunciou aumento de preços para a gasolina e óleo diesel, válido a partir de sábado (18). O aumento pode chegar a R$ 0,70 no caso o óleo. Segundo a companhia, o preço da gasolina passará de R$ 3,86 para R$ 4,06, alta de R$ 0,20. Já o diesel terá reajuste de R$ 0,70, indo de R$ 4,91 para R$ 5,61.

O aumento dos combustíveis tinha sido autorizado em reunião de emergência na tarde de ontem. A gasolina ficou quase 100 dias com o preço congelado nas refinarias da petroleira, enquanto o diesel não tinha o preço elevado há 37 dias.  

*Com informações do Estadão Conteúdo.

VEJA MAIS 

R$ 27 milhões: Nota Fiscal Paulista faz nova liberação de créditos 

Petrobras anuncia aumento nos preços da gasolina e do diesel

Publicidade