Aguarde...

ACidadeON São Carlos

SÃO CARLOS
mín. 20ºC máx. 36ºC

Economia

Novo parecer libera a internacionalização do Aeroporto de São Carlos

Projeto da internacionalização ainda não prevê qual o retorno financeiro para o município; nem as vagas de emprego

| ACidadeON

Divulgação
ANVISA emite parecer favorável para Internacionalização do Aeroporto de São Carlos (foto: divulgação)

 

Prestes a completar 160 anos, São Carlos recebeu uma importante notícia dando mais um passo na longa espera envolvendo a internacionalização do Aeroporto Estadual “Mário Pereira Lopes”. Desta vez, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu parecer favorável sobre o tema e o processo entra em fase conclusiva. Em um primeiro momento, essa internacionalização será exclusivamente para translado de aeronaves para manutenção, haja vista que a cidade não dispõe de voos regulares.

A informação foi divulgada pelo deputado federal Lobbe Neto, do PSDB. O processo da internacionalização já passou por várias instâncias federais e obteve manifestação favorável prévia do Ministério da Agricultura, por meio do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), Receita Federal e da Polícia Federal, além da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero).

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) havia solicitado à Polícia Federal e Vigiagro, uma nova vistoria com o objetivo de verificar se os itens apontados durante visita técnica ao aeroporto, em fevereiro desse ano, haviam sido sanados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp). “Ontem [terça-feira, 31/10], a Polícia Federal e a Receita Federal estiveram no aeroporto e constataram que esses itens, em sua maioria, já foram atendidos e o Vigiagro também se manifestou favoravelmente à internacionalização, uma vez que, serão realizadas apenas operações restritas para a manutenção de aeronaves”, diz o deputado.

A expectativa é que futuramente a internacionalização do Aeroporto Mario Pereira Lopes represente um crescimento econômico e geração de empregos para São Carlos. Agora, tanto a PF quanto a Vigiagro devem formalizar o Daesp, via ofício, o qual deverá apresentar os documentos para a ANAC, atendendo à Resolução 181 do órgão, que estabelece regras para designação dos aeroportos internacionais brasileiros. Embora não contar com trânsito de passageiros, a Anvisa exigiu uma série de normas para segurança da tripulação.

De acordo com a nota enviada pela assessoria do deputado, a LATAM diz que a internacionalização do aeroporto de São Carlos pode tornar o seu Centro de Manutenção (MRO) mais competitivo internacionalmente e resultaria em uma redução significativa dos custos adicionais exigidos atualmente com diárias, improdutividade dos aviões, combustível, pousos, decolagens e tripulação das aeronaves que saem de outros países para acessar os hangares de manutenção na Capital Nacional da Tecnologia.

Estima-se que esses custos sejam reduzidos em cerca de R$ 9 milhões por ano, pelos serviços de manutenção aeronáutica, prestados atualmente em São Carlos. O projeto ainda não prevê qual o retorno financeiro para o município e nem quantos empregos poderiam ser gerados com essa mudança do aeroporto são-carlense.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Mais do ACidade ON