Publicidade

esportes

Paratleta de São Carlos se prepara para os Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim

Robelson Moreira Lula vai competir na modalidade esqui cross-country e espera conquistar uma medalha.

| ACidadeON/São Carlos -

Robelson Moreira Lula foi convocado para disputar os Jogos Paralímpicos de Inverno em Pequim. Foto: Divulgação/ Comitê Paralímpico Brasileiro
 

O paratleta de São Carlos (SP) Robelson Moreira Lula, de 28 anos, foi convocado para disputar os Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim, na China. A competição será realizada entre os dias 4 e 13 de março.

Robelson, que vai competir na modalidade esqui cross-country, vem realizando uma preparação intensa no Damha Golf. "De segunda a segunda. São dois dias de treinamento intenso, de manhã e à tarde. No terceiro dia, eu treino de manhã. No outro dia, eu treino com carga, musculação. E também sempre tem treino de rodagem longa", disse.

O paratleta explicou que, apesar do esporte ser praticado na neve, ele treina no asfalto.

Questionado se tem alguma desvantagem em relação aos competidores que treinam na neve, o paratleta de São Carlos explicou que não muda muita coisa: "Nunca me senti prejudicado (...). Alguns atletas na Europa treinam também Rollerski, porque não tem neve sempre. No asfalto, eu consigo treinar bem".

Faltando pouco mais de um mês para viajar para a China, Robelson espera representar bem o Brasil nos jogos. "Minha expectativa é trazer um bom resultado, ficar com uma boa colocação nas competições e buscar trazer uma medalha para o Brasil", afirmou.

AMPUTAÇÃO DA PERNA E TRAJETÓRIA NO ESPORTE

Natural de Juru, na Paraíba, Robelson atualmente mora no bairro Cidade Aracy II, em São Carlos. 

Aos 11 anos, descobriu um câncer maligno na perna direita. O paratleta realizou o tratamento indicado, mas precisou amputar a perna. "Fiz o tratamento em João Pessoa, na Paraíba. Lá eu fiquei cinco anos fazendo quimioterapia, tratamentos e exames para ver como estava (...). A quimioterapia que eu fazia era a vermelha, a mais forte", disse.

Robelson conheceu a modalidade no ano de 2018 através do projeto "Brasil na Neve", da Confederação Brasileira de Desportos na Neve, e não parou mais. "Com seis meses, eu tive a primeira vivência na neve na Argentina. Com sete meses, participei da minha primeira Copa do Mundo, em Vuokatti, na Finlândia", explicou.

Nos últimos anos, o paratleta também disputou duas Copas do Mundo na Alemanha, um Sul-Americano, na Argentina, além de competições na Europa e nos Estados Unidos. 

Robelson começou a praticar o esporte em 2018. Foto: @lorucreative


BUSCA POR PATROCINADORES

Para conseguir comprar equipamentos, além de pagar por passagens e hospedagens para disputar as competições, o paratleta de São Carlos está buscando patrocinadores.

Os interessados podem entrar em contato com o Robelson através do número (16) 98248-8880.

Publicidade