Publicidade

esportes

Maratona: mais que corrida, uma aula de história

A primeira corrida de rua teria ocorrido na Inglaterra, no século 18. Depois a prática esportiva teria seguido pela Europa até chegar aos EUA

| ON Run -


Representação do soldado que teria corrido 40 quilômetros para informar a vitória da Batalha de Maratona

 

Os fantásticos resultados obtidos nas provas de atletismo possuem uma explicação histórica: são a consequência do saltar, correr, lançar e arremessar, gestos naturais que são realizados naturalmente pelo homem desde a pré-história.

A corrida era usada como uma forma de sobrevivência, seja para fugir e não se tornar a caça, ou para correr atrás da caça. Contudo, os primeiros relatos oficiais de corridas de rua vêm da Inglaterra, no século 18. Em seguida, a atividade expandiu-se para outros países da Europa e para os Estados Unidos.

Entre as corridas realizadas atualmente, a Maratona é, sem dúvida, a mais praticada e surgiu de forma muito curiosa. Segundo a lenda, em 490 a.C., um soldado teria corrido 40 quilômetros com o objetivo de chegar em Atenas para dar a notícia da vitória dos gregos sobre os persas na Batalha de Maratona.

Outro fato da história diz que a maratona teve seu percurso aumentado em 2.195 metros, tornando-se 42.195 metros no total, por solicitação da rainha da Inglaterra. Em uma das edições dos Jogos Olímpicos na capital Inglesa, ela pediu em cima da hora que a largada fosse realizada em frente ao castelo. 

A maratona é considerada uma prova olímpica desde a primeira edição dos Jogos da era moderna, realizado em Atenas no ano de 1896. Com o sucesso nas Olimpíadas a atividade ganhou um grande impulso. No entanto, foi somente a partir da década de 1970 que milhares de pessoas começaram a correr nas ruas, praias, parques pelo mundo afora.  

Nos jogos olímpicos de Paris 2024, caso a data seja mantida em função da pandemia que alterou o calendário dos Jogos de Tóquio, a maratona olímpica dará direito aos meros mortais de participar junto com os melhores atletas do mundo, tornando-se a única prova olímpica com essa participação do público.    

 

Medalhistas Olímpicos 

Atenas-1896 Spyridon Louis GRE, Charilaos Vasilakos  GRE, Gyula Kellner HUN. 

Paris-1900 Michel Théato FRA, Émile Champion FRA, Ernst Fast SWE.  

St. Louis-1904 Thomas Hicks USA, Albert Corey USA, Arthur Newton USA.

Londres-1908 Johnny Hayes USA, Charles Hefferon RSA, Joseph Forshaw USA. 

Estocolmo-1912 Ken McArthur RSA, Christian Gitsham RSA, Gaston Strobino USA. 

 

Antuérpia-1920 Hannes Kolehmainen FIN, Jüri Lossmann EST, Valerio Arri ITA. 

Paris-1924 Albin Stenroos FIN, Romeo Bertini ITA, Clarence DeMar USA. 

Amstrerdã-1928 Boughera El Ouafi FRA, Manuel Plaza CHI, Martti Marttelin FIN. 

Los Angeles-1932 Juan Carlos Zabala ARG, Sam Ferris GBR, Armas Toivonen FIN.  

Berlim-1936 Sohn Kee-chung JPN, Ernest Harper GBR, Nan Shoryu JPN. 

 

Londres-1948 Delfo Cabrera ARG, Tom Richards GBR, Étienne Gailly BEL. 

Helsinque-1952 Emil Zátopek CZE, Reinaldo Gorno ARG, Gustaf Jansson SWE.

Melbourne-1956 Alain Mimoun FRA, Franjo Mihali YUG Veikko Karvonen FIN. 

Roma-1960 Abebe Bikila  ETH, Rhadi Ben Abdesselam MAR, Barry Magee NZL. 

Tóquio-1964 Abebe Bikila  ETH, Basil Heatley, GBR Kokichi Tsuburaya JPN. 

 

Cidade do México-1968 Mamo Wolde ETH, Kenji Kimihara JPN, Mike Ryan NZL. 

Munique-1972 Frank Shorter USA, Karel Lismont BEL Mamo Wolde ETH. 

Montreal-1976 Waldemar Cierpinski FRG, Frank Shorter USA, Karel Lismont BEL. 

Moscou-1980 Waldemar Cierpinski  FRG, Gerard Nijboer NED, Satymkul Dzhumanazarov URS.

Los Angeles-1984 Carlos Lopes POR, John Treacy IRL, Charlie Spedding GBR.  

 

Seul-1988 Gelindo Bordin ITA, Douglas Wakiihuri KEN, Ahmed Salah DJI. 

Barcelona-1992 Hwang Young-cho KOR, Koichi Morishita JPN,  Stephan Freigang GER.

Atlanta-1996 Josia Thugwane RSA, Lee Bong-ju KOR, Erick Wainaina KEN,  

Sydney-2000 Gezahegne Abera ETH, Erick Wainaina KEN, Tesfaye Tola ETH. 

Atenas-2004 Stefano Baldini ITA, Mebrahtom Keflezighi USA, Vanderlei de Lima BRA


Pequim-2008 Samuel Wanjiru KEN, Jaouad Gharib MAR, Tsegay Kebede ETH. 

Londres-2012 Stephen Kiprotich UGA, Abel Kirui KEN, Wilson Kipsang Kiprotich KEN. 

Rio-2016 Eliud Kipchoge KEN, Feyisa Lelisa ETH, Galen Rupp USA.   


Fonte: olimpiadatododia 

Publicidade