Jô Soares morreu nesta sexta-feira (5), aos 84 anos. Foto: Reprodução/Redes sociais Jô Soares morreu nesta sexta-feira (5), aos 84 anos. Foto: Reprodução/Redes sociais

Morre o humorista Jô Soares, aos 84 anos, em São Paulo

A causa da morte não foi divulgada; velório e enterro será apenas para família e amigos próximos 

De:  Redação São Carlos
Jô Soares morreu nesta sexta-feira (5), aos 84 anos. Foto: Reprodução/Redes sociais

Morreu na madrugada desta sexta-feira (5), em São Paulo, o apresentador, ator, escritor e humorista Jô Soares, aos 84 anos. Uma das figuras mais marcantes do Brasil, Jô estava internado no Hospital Sírio-Libanês desde o fim de julho.

Ele teria dado entrada no hospital em 28 de julho para tratar uma pneumonia, mas a causa da morte não foi divulgada. O enterro e velório devem ser reservados aos familiares e amigos próximos.

A confirmação da morte de um dos mais icônicos artistas brasileiros veio através de Flávia Pedras Soares, pelas redes sociais. "Viva você meu Bitiko, Bolota, Miudeza, Bichinho, Porcaria, Gorducho. Você é orgulho para todo mundo que compartilhou de alguma forma a vida com você. Agradeço aos senhores Tempo e Espaço por terem me dado a sorte de deixar nossas vidas se cruzarem", escreveu.  

Em sua despedida, ela também diz que ele se foi cercado de amor e cuidados e agradeceu pelo tempo que estiveram juntos. "Obrigada pelas risadas de dar asma, por nossas casas do meu jeito, pelas viagens aos lugares mais chiques e mais mequetrefes, pela quantidade de filmes, que você achava uma sorte eu não lembrar pra ver de novo, e pela quantidade indecente de sorvete que a gente tomou assistindo", completou.  

Carreira
Jô era dono de diversos talentos. Atuava, dirigia, escrevia roteiros, livros e peças de teatro e ainda apresentava. Sua estreia na televisão foi em 1956, no elenco da Praça da Alegria, e desde então virou uma referência do humor brasileiro.

Em 2000, ele foi trazido de volta para a Rede Globo, onde ficou por maravilhosos 16 anos, e manteve o Programa do Jô, de onde vem um de seus bordões mais famosos: "Beijo do Gordo".

Mais Notícias

Mais Notícias