Aguarde...

Lazer e Cultura

Enfermeira da Santa Casa lança livro de poesia em homenagem aos pacientes

O amor de uma enfermeira pelos pacientes e pela poesia são retratados nesse trabalho.

| ACidadeON/São Carlos

Roziele lançou o livro para homenagear todos os pacientes que receberam seus cuidados e seus poemas Foto: Assessoria Santa Casa
 

Curar vai muito além de cuidar com medicamentos. Os momentos difíceis também podem ser amenizados por meio das palavras. É isso que retrata o livro "Poesia no Hospital", da enfermeira, Roziele Oliveira. 

Natural de Várzea da Roça, interior da Bahia, Roziele trabalha na Santa Casa de São Carlos há mais de 3 anos. Desde muito jovem, sempre acreditou que a poesia pudesse ser um instrumento de educação, saúde e de um cuidado mais humanizado.  

Por isso, ao longo de sua jornada no hospital, começou a escrever poesias para amenizar a dor das pessoas que recebem seu atendimento. Cada poesia foi escrita exclusivamente para cada paciente.  

E essas muitas experiências vivenciadas com a poesia no hospital se materializaram em um livro com literatura de cordel, poesia e alguns relatos que abordam o cuidado com o paciente. 

"Os versos são histórias reais que nascem do meu coração. Por isso, os pacientes foram inspiração para esse livro que dedico a cada ser humano, cuja alma foi tocada com a minha poesia e com os meus versos. Mesmo diante da dor e do medo da doença, eles me permitiram tocar no coração deles", explica Roziele. 

A enfermeira conta que sempre é possível fazer algo a mais pelo paciente. Não é apenas um banho, uma troca de roupa ou um remédio. O que faz a diferença é um gesto, uma palavra ou uma poesia que acalma no momento da dor, já que o processo do adoecimento é muito doloroso para o paciente e familiares. 

Para ver o sonho realizado e lançar o livro, Roziele participou de um financiamento coletivo. "Contei com o apoio de muitas pessoas. Meus pais, familiares e amigos me ajudaram financeiramente. Com o apoio deles e das demais pessoas que acreditaram em meu projeto, consegui o valor necessário para custear a publicação do meu livro", comemora a enfermeira. 

Dentre todas as poesias feitas em homenagem aos pacientes, uma delas marcou a sua vida. "Criamos um vínculo com o paciente e com o familiar. Alguns chegam a ficar dias, semanas ou meses dependendo do nosso cuidado. É o caso de quem me inspirou a escrever a poesia Dia de Alta. O paciente, a quem dediquei esse poema, passou por uma situação muito difícil e teve algumas complicações. Quando ele teve alta, fiz a poesia e levei para ele. Ele chorou muito, estava cheio de gratidão, por estar indo para casa. Lembro que era um domingo, um dia muito especial para ele, porque era o dia de comer macarrão em família", relembra. 

A enfermeira Roziele reforça que o livro é um resumo artístico de tudo o que ela vivencia no hospital. "É uma alegria ver a emoção nos olhos do paciente quando recebe o meu poema. Me sinto realizada como profissional e como ser humano. Difícil, em um único livro, descrever todos os abraços, afetos, lágrimas e todo amor recebido. Cuidar com amor e com palavras me faz muito feliz", finaliza Roziele.

SERVIÇO:
"POESIA NO HOSPITAL"
Editora Livraria Cartola
142 páginas
R$ 39,90


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON