Aguarde...

divirta-se

Veja quais são as regiões mais caras para se morar em São Carlos

Levantamento da Fipe comparou preços de imóveis em algumas regiões da cidade. Metro quadrado mais caro pode chegar a custar até R$ 5,6 mil

| ACidadeON/São Carlos

Veja quais são as regiões mais caras para se morar em São Carlos
Um levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para a Revista Exame comparou os preços de imóveis em algumas regiões de São Carlos. Entre os bairros mais caros para se morar estão o Centro, Parque Faber Castell e Jardim Lutfalla. Já as regiões mais baratas ficam no Cidade Aracy, Jardim Zavaglia e Antenor Garcia.  

A pesquisa aponta que, no geral, os preços de imóveis caíram em 2017, pior ano da década para o mercado imobiliário. A queda nos preços foi de cerca de 0,45% no ano nas 259 cidades analisadas. No entanto, dados recentes apontam que o setor está começando a se recuperar.  

Segundo o corretor imobiliário Ivan Reinaldo, o ano de 2018 pode ser um período de oportunidades para quem se interessa em comprar imóveis. "Ultimamente, por causa da dificuldade em vender imóveis, os descontos estão ficando maiores. Muitos lançamentos saem por preços inferiores do que teriam há alguns anos", falou.  

O financiamento é outro ponto importante a ser analisado. Apesar do fato da taxa Selic (taxa básica de juros) estar em uma baixa histórica, os juros do crédito imobiliário estão mais altos. No entanto, o mercado pode ser beneficiado por cortes feitos pelos bancos em algumas linhas de financiamento.  

"Nesse ano, observamos um crescimento na venda de imóveis. As pessoas parecem estar mais seguras econômica e socialmente para dar o que considera-se um grande passo: a compra da casa própria. O ideal, quando se tem dinheiro, é sempre comprar à vista. Acaba que você consegue negociar algum desconto maior", completou Reinaldo.  

No caso dos investidores, Ivan afirma que a locação de imóveis não é a melhor opção. "O valor está mais alto do que no ano passado, mas é pouca coisa. Para quem pode esperar um retorno a longo prazo, vale a pena. Para quem pensa em investir para resgatar o valor de médio a curto prazo, sugiro procurar outra oportunidade", explicou.  

Imóveis em São Carlos
Aluguel
Em fevereiro, uma pesquisa do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo (Creci-SP) apontou uma queda de 10% no valor do aluguel em São Carlos. O número de imóveis disponíveis varia de 800 a mil.  

"Nós sentimos os proprietários bem abertos a negociações, facilitando os valores, carências e algumas reformas necessárias pelo fluxo menor de pessoas em busca de imóveis comerciais", disse a gerente comercial Elizandra da Cunha Souza.  

Próximo ao campus I da Universidade de São Paulo (USP), no Jardim Lutfalla, é difícil encontrar uma rua sem as placas de Aluga-se.

Em um prédio no bairro Santa Mônica, há mais de 40 apartamentos para alugar. Um deles está novinho. Tem, varanda, uma boa vista, armários. Mas está vazio há cinco meses.  

Para ver se aluga mais rápido, a dona aceita negociações. "A proprietária vai fazer toda a parte de mobília, entregar com geladeira, fogão", contou a corretora de imóveis Cristina Bettoni.  

Como ficar com o imóvel fechado significa ter que bancar condomínio, IPTU e manutenção, muitas vezes o jeito é baixar o preço do aluguel. "Eu tenho um imóvel na Vila Nery, já tinha alguns meses que estava parado, tirei 10% do valor e aluguei", contou a corretora.  

Seja comercial ou residencial, agora é a hora do inquilino pechinchar. "É uma boa hora, então tendo um cliente é uma ótima oportunidade para o dono do imóvel facilitar essa negociação e não perder o cliente", disse a corretora.  

Imóveis em São Carlos têm queda no valor da locação
Regiões mais caras
Em São Carlos, o levantamento da Fipe apontou que o preço médio por metro quadrado dos imóveis usados teve aumento de 2,3%, passando a custar R$ 3.818,00 no último ano. "Muitas das pessoas que procuram imobiliárias em São Carlos são estudantes, que temos um fluxo grande no município. Alguns deles acabam optando por morar em repúblicas e dividir apartamentos ou casas. Já os compradores têm sido mais escassos, mas acho que o número está aumentando aos poucos. O local com maior procura tem sido mesmo o Centro, tanto para fins comerciais quanto particulares", comentou Ivan.  


Os imóveis com o metro mais caro de São Carlos tem um valor de R$ 4.801 a R$ 5.600. Eles estão localizados nos bairros Jardim Lutfalla, Jardim Macarengo, Parque Faber Castell, Vila Monteiro e Centro.  

A segunda categoria, com valor de R$ 4.101 a R$ 4.800 por metro quadrado engloba os bairros do Jardim Paraíso, Jardim Ricetti, Jardim Santa Paula e Parque Arnold Schimidt. Entre R$ 3.701 e R$ 4.100 por metro quadrado estão os bairros Cidade Jardim, Jardim Alvorada, Jardim Bandeirantes, Jardim Gilbertoni, Jardim Tangará, Vila Costa do Sol e Vila Nery.  

Já as regiões do Jardim Betânia, Jardim Brasil, Jardim Ipanema, Jardim Nova Santa Paula, Parque Sabará e Vila Irene tem valor de R$ 3.501 a R$ 3.700 por metro quadrado.  

Por fim, no Jardim das Torres, Jardim Paulistano, Jockey Clube, Recreio São Judas Tadeu e Romeu Santini o preço fica entre R$ 2.450 a R$ 3.500.  



Mais do ACidade ON