Publicidade

lazerecultura

Sesi São Carlos retoma programação cultural gratuita e aberta ao público

Nesta sexta-feira (22) e no sábado (23) haverá eventos musicais e de artes cênicas; veja como participar

| ACidadeON/São Carlos -

Apresentação Coisas do interior, no Sesi São Carlos. Foto: Divulgação

Após um ano e seis meses sem receber programação cultural devido a quarentena para evitar a disseminação do novo coronavírus, a unidade do Sesi de São Carlos (SP) volta a oferecer opções culturais gratuitas de lazer ao público.

A entrada dos eventos é gratuita, com ingressos reservados pelo Meu SESI (clique aqui). As apresentações seguirão todos os protocolos de segurança e terão capacidade reduzida para manter o distanciamento social necessário.

O uso de máscaras é obrigatório. É recomendado atenção ao distanciamento social de, no mínimo, 1 metro. No local haverá aferição de temperatura e totens com álcool em gel para higienização das mãos.

Os espetáculos integram o Edital Extra de Cultura do SESI-SP, que visa incentivar e apoiar ao setor cultural tão afetado pela pandemia. O Sesi São Carlos está localizado na Rua Cel. José Augusto de Oliveira Salles, nº 1325, no bairro Vila Izabel. 

Veja a programação: 

Sexta-feira, 22 de outubro, às 20h
Espetáculo musical Coisas do interior
, com produção de João Oliveira em parceria com Kabé Pinheiros 

O show é composto por diferentes arranjos que vão desde ritmos afro-brasileiros como samba, jongo, batuque, moçambique e congada a ritmos de outros lugares, como a música gnawa (Marrocos), o flamenco e o jazz. 

O repertório conta com músicas autorais e releituras de canções populares, representando a energia, a espontaneidade e a força rítmica da música popular brasileira fusionada com músicas do mundo. 

A classificação indicativa é livre e a programação é aberta para todos os públicos. A duração é de 80 minutos. 

Sábado, 23 de outubro, às 15h
Espetáculo de dança africana Nimba,
produzido pela Trupe Benkady.

A apresentação utiliza dos elementos e simbologias femininas da natureza em diálogo com a dança africana, e busca gerar a reflexão desta essência maternal existente em cada um de nós e que tem o poder de se manifestar no tempo e espaço que quiser. 

Nimba é uma homenagem ao espírito feminino existente em todos os seres e tem como proposta trazer informações da cultura ancestral africana, principalmente a Mandingue. Integram o espetáculo 5 dançarinos e 4 músicos que tocam instrumentos originários da cultura africana (Djembe, Dununs, Sangban, Balafon). 

A classificação indicativa é livre e a programação é aberta para todos os públicos. A duração é de 50 minutos.

Mais notícias


Publicidade