Aguarde...

Política

Câmara aprova Projeto de Lei que garante cesárea por opção da mãe

Projeto foi votado durante a sessão de terça-feira (26) e é uma inspiração de proposta estadual já sancionada pelo Governo

| ACidadeON/São Carlos

Gestante poderá escolher por cesariana a partir da 39ª semana de gestação. Foto: Pixabay

A Câmara Municipal de São Carlos aprovou o Projeto de Lei do vereador Julio César (PL) que garante à gestante a possibilidade de optar pela cesárea a partir da 39ª semana de gravidez.  

Além da proposta, a lei também garante a possibilidade de anestesia para o parto normal pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Agora, a lei segue para ser promulgada e sancionada pelo prefeito Airton Garcia. Ela passa a valer assim que publicada no Diário Oficial.  

O que muda
Normalmente a criança pode nascer a partir da 38ª semana, mas em muitos casos a hora do nascimento pode demorar bastante e algumas unidades definem que o parto deve ser normal, decisão essa que pode prejudicar tanto a saúde e a vida da mãe quanto a do bebê.  

"O Brasil hoje é responsável por 20% de morte materna no mundo, e nós não temos uma política para tentar amenizar essa situação", disse o vereador.

Com essa decisão, a gestante ainda poderá escolher qual método gostaria de realizar para o nascimento do filho.  "Dá a oportunidade de a gestante fazer uma escolha juntamente com o profissional da saúde e optar por um mecanismo que ela não sofra e não tenha tantos problemas como temos visto. O que a gente quer com isso é que ela tenha tranquilidade", disse Julio Cesar.

Inspiração
O projeto é baseado na proposta feita pela deputada Janaina Paschoal (PSL), aprovada no Plenário da Assembleia e sancionada pelo governador João Doria em agosto. "A gente quer dar a cara no município que tem essa preocupação também", finalizou Julio Cesar. 


Mais do ACidade ON