Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Política

Câmara aprova Projeto de Lei que garante cesárea por opção da mãe

Projeto foi votado durante a sessão de terça-feira (26) e é uma inspiração de proposta estadual já sancionada pelo Governo

| ACidadeON/São Carlos

Gestante poderá escolher por cesariana a partir da 39ª semana de gestação. Foto: Pixabay

A Câmara Municipal de São Carlos aprovou o Projeto de Lei do vereador Julio César (PL) que garante à gestante a possibilidade de optar pela cesárea a partir da 39ª semana de gravidez.  

Além da proposta, a lei também garante a possibilidade de anestesia para o parto normal pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Agora, a lei segue para ser promulgada e sancionada pelo prefeito Airton Garcia. Ela passa a valer assim que publicada no Diário Oficial.  

O que muda
Normalmente a criança pode nascer a partir da 38ª semana, mas em muitos casos a hora do nascimento pode demorar bastante e algumas unidades definem que o parto deve ser normal, decisão essa que pode prejudicar tanto a saúde e a vida da mãe quanto a do bebê.  

"O Brasil hoje é responsável por 20% de morte materna no mundo, e nós não temos uma política para tentar amenizar essa situação", disse o vereador.

Com essa decisão, a gestante ainda poderá escolher qual método gostaria de realizar para o nascimento do filho.  "Dá a oportunidade de a gestante fazer uma escolha juntamente com o profissional da saúde e optar por um mecanismo que ela não sofra e não tenha tantos problemas como temos visto. O que a gente quer com isso é que ela tenha tranquilidade", disse Julio Cesar.

Inspiração
O projeto é baseado na proposta feita pela deputada Janaina Paschoal (PSL), aprovada no Plenário da Assembleia e sancionada pelo governador João Doria em agosto. "A gente quer dar a cara no município que tem essa preocupação também", finalizou Julio Cesar. 


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso. Para mais informações, consulte nosso TERMO DE USO"

Facebook

Mais do ACidade ON