Aguarde...

Política

Sem sessão, vereadores usam redes sociais para passar mensagens

Realização ou não do Enem, invasão ao Capitólio, problemas locais e corte de verba da Santa Casa entram no radar de políticos locais neste início de mandato

| ACidadeON/São Carlos

Bruno Zancheta (PL) publica vídeo sobre visita a UPA em São Carlos. Foto: Reprodução / Facebook
Ainda sem iniciar os trabalhos parlamentares, com sessões ordinárias da Câmara Municipal ainda longe de acontecer, os novos vereadores de São Carlos (SP) estão usando as redes sociais para a divulgação de trabalhos. Há posicionamentos em relação a questões locais e até internacionais. Dos 22 vereadores, pelo menos 14 têm atividades quase que diárias em seus perfis.  

Um dos casos é o do vereador Bruno Zancheta (PL). Ele tem usado as redes sociais para repudiar a redução de repasses do governo do Estado para a Santa Casa de São Carlos. "Protocolei uma moção de protesto ao governador João Doria que cortou 12% dos recursos da Santa Casa, que vai ser impactada diretamente e poderá deixar de receber R$ 1,5 milhão através dos programas (Santa Casa) Sustentável e programa Pró-Santa Casa. Espero que ele reveja essa posição. Vidas podem ser ceifadas e deixei claro o posicionamento", comenta. 

A invasão do prédio do Capitólio, notícia que chocou o mundo, teve repercussão em São Carlos. O vereador Azuaite Martins de França (Cidadania), usou sua rede social para criticar a agressão ao Parlamento dos Estados Unidos. "O que aconteceu nos Estados Unidos nesta quarta-feira (6) emite um preocupante sinal de alerta para o mundo civilizado. A escuridão prevalece quando a inteligência é vencida pela ignorância, a justiça pela opressão e a liberdade pela repressão. Sobrevém o ódio, a insana ambição de um poder totalitário. Fiquemos atentos. A Democracia triunfará! Os arautos das trevas não passarão!", afirma.
 
Vereadora Raquel Auxiliadora (PT) tem se posicionado em temas nacionais e visitado locais em São Carlos. Foto: Divulgação
Outro tema "quente" nas redes sociais é a prorrogação ou não do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Há manifestações de estudantes contra a realização da prova, cuja execução está prevista para os dias 17 e 24 deste mês. O tema gerou repercussão no perfil da vereadora Raquel Auxiliadora (PT). Para a parlamentar, as diferentes plataformas podem e devem ser usadas.  

"As redes sociais são um universo muito interessante. Nós conseguimos passar a informação de diferentes maneiras. Por exemplo, os "stories" do Instagram mostram muito mais o nosso dia a dia, o cotidiano, aquele momento que a gente está no local. No Facebook conseguimos escrever um pouco mais, relatar como foi o dia. No Twitter dá para comentar as pautas nacionais. Então nós estamos tentando usar as diferentes redes para passar esse conteúdo de diferentes formas. Então vamos usar todas elas, pois, cada uma traz elementos diferentes de comunicação", comentou.  
 
Vereadores nas redes: Djalma Nery divulga ida à Câmara de bicicleta. Foto: Divulgação
Cada vereador usa seus perfis oficiais de uma forma. Há quem aproveite para mostrar um lado mais descontraído do mandato, como Djalma Nery (PSOL), que se "vangloria" de ser o único parlamentar de São Carlos a ir trabalhar de bicicleta. "Finalmente o bicicletário instalado em frente à Câmara Municipal terá uso é vivendo as situações que nossos legisladores estarão mais preparados para decidir sobre elas!", postou em seu Facebook.

O "campeão" em número de seguidores no Facebook, Dimitri Sean (PDT), com 152 mil curtidas em sua página oficial, divide as postagens entre atividades na Câmara e como protetor dos animais. As imagens "fofas" amealham milhares de curtidas e centenas de comentários. 
 
Veja também: 
Roselei preside primeira reunião com membros da Mesa Diretora
 
Em meio à crise, Câmara confirma aumento de 32% no salário de vereadores 
 
Roselei Françoso (MDB) e Airton Garcia (PSL) se encontram após posse


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON