Publicidade

politica

Paraná Filho diz que foi 'enxotado' e fala em fim de parceria com Airton Garcia

Político do PSL foi exonerado do cargo de secretário de Agricultura na última sexta, retomou mandato como vereador e falou sobre saída inesperada; confira

| ACidadeON/São Carlos -

Airton Garcia e Paraná Filho. Foto: montagem/ arquivo ACidade ON
 

Exonerado do cargo de secretário municipal de Agricultura e Abastecimento na última sexta-feira (3), Paraná Filho (PSL) retomou hoje seu mandato como vereador na Câmara Municipal de São Carlos e declarou não ter mais vínculo político com o prefeito Airton Garcia (PSL).

"A gente foi enxotado da secretaria. Não tem como a gente manter uma parceria política dessa forma. Mas eu não posso fazer uma oposição cega, a oposição cega gera um prejuízo enorme para a sociedade. Então nós temos que fazer uma oposição coerente", afirmou o político.

Paraná Filho também disse ter sido pego de surpresa e que não houve qualquer tipo de conversa sobre a sua saída da prefeitura. "Acredito que da mesma forma como o prefeito me convidou para assumir a secretaria, ele deveria também ter conversado e nos avisado que não queria mais que continuássemos lá. Eu achei que foi de uma forma muito desrespeitosa, deselegante, principalmente para um vereador que é do mesmo partido".

Por fim, já ao final da sessão desta quarta-feira, o ex-secretário de Agricultura falava sobre o problema da falta de água na cidade e revelou que a esposa do prefeito Airton Garcia, Rosária Mazzini, teria sido a principal responsável por sua saída da prefeitura. 

Segundo Paraná Filho, a  primeira-dama não gostou do que ele falou sobre ela em uma rádio da cidade e deu o seguinte recado: "A senhora, doutora Rosária, está pisando em um território perigoso. A senhora, que tem a epiderme sensível, está 'prefeitando', está fazendo política. E para fazer política, requer uma epiderme um pouco menos sensível do que a senhora tem". 

O prefeito Airton Garcia foi procurado pela reportagem do ACidade ON, mas não atendeu nossas ligações. 

Recepção calorosa

Neste retorno ao Legislativo, o vereador recebeu palavras de apoio de diversos colegas parlamentares.

O presidente da Câmara Municipal, Roselei Françoso (MDB), elogiou o trabalho desenvolvido por ele na Secretaria de Agricultura. "O trabalho do senhor frente à Agricultura, acredito eu, é de reconhecimento desta casa, e dos pequenos e grandes agricultores, pelo brilhante trabalho que o senhor fez com a manutenção de estradas rurais".

Apoiador do governo Airton Garcia, Sérgio Rocha (PTB) disse que vinha acompanhando o trabalho de Paraná Filho na pasta da Agricultura e criticou a decisão do prefeito. "Você estava fazendo um trabalho perfeito na secretaria. Na minha opinião, o prefeito Airton Garcia deu um tiro no pé, não deveria ter mudado sua equipe da Secretaria de Agricultura".

Já o vereador Malabim (PTB), apontado por alguns órgãos de informação como um dos articuladores da saída do político da prefeitura, disse não ter qualquer relação com essa exoneração. "O vereador Malabim está sendo colocado como a pessoa que arquitetou, que articulou, que derrubou o vereador Paraná e que prejudicou o Moisés Lazarine. De forma nenhuma, eu jamais prejudicaria o Moisés Lazarine aqui e jamais puxaria o seu tapete", esclareceu.

Os vereadores Dé Alvim (Solidariedade), Lucão Fernandes (MDB), Bira (PSD), Bruno Zancheta (PL), Marquinho Amaral (PSDB), Professora Neusa (Cidadania) e Djalma Nery (PSOL) também elogiaram o trabalho desenvolvido por Paraná Filho na Secretaria de Agricultura e Abastecimento.


Mais notícias


Publicidade