Publicidade

politica

Exonerado, ex-secretário de Habitação critica pressão de setor imobiliário

Caio Graco também lamentou a alta rotatividade de gestores na pasta e a descontinuidade das políticas públicas de planejamento urbano; confira

| ACidadeON/São Carlos -

Ex-secretário de Habitação Caio Graco. Foto: Reprodução/ TVE São Carlos
 

Exonerado do cargo de Secretário Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano na sexta-feira (22), Caio Graco Hortenzi Vilela Braga criticou a alta rotatividade de gestores na pasta e pressão de setores imobiliários.  

Em carta, o ex-secretário cita que sete secretários diferentes passaram pela Habitação nos últimos nove anos, o que, além de prejudicar a gestão e o planejamento, traz instabilidade e falta de credibilidade.  

"Com a ausência de investimento em uma política de logo prazo, juntamente com a inépcia do poder público em garantir a permanência de seus gestores e defender o desenvolvimento do município das pressões e dos interesses particulares de poucos, perdemos a grande oportunidade de termos a previsibilidade de um ordenamento do território, um grande trunfo para reduzir as incertezas, as desigualdades e criarmos, de forma transparente e participativa, mais oportunidades comprometidas com uma sociedade mais justa e uma cidade melhor para viver!", afirmou Braga.   

Leia mais:  

Secretária entrega o cargo e fala em desmonte das políticas sociais em São Carlos

Confira a carta na íntegra:  

"É com tristeza que venho comunicar a minha exoneração da Secretária Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano e por consequência meu desligamento da Presidência COMDUSC, do Fundo Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano e do COMDEMA.  

São Carlos é cidade em que nasci, que escolhi para viver com minha esposa e filhos, onde sempre desenvolvi minhas atividades profissionais em meu escritório de Arquitetura e Engenharia, além de atuar direta e indiretamente colaborando com outras atividades econômicas nas áreas educacional, imobiliária e comercial.  

Sempre me pautei pela ética, isonomia, respeito e valorização das premissas que regem a administração pública no período em que estive a frente das atividades nesta nova breve passagem à frente da SMHDU.  

Por outro lado, não podemos deixar de considerar que, nos últimos nove anos passaram pela de Habitação e Desenvolvimento Urbano sete secretários diferentes. A alta rotatividade de gestores na pasta evidência não apenas as fortes pressões e interesses, quase sempre individuais, dos setores imobiliários, mas também revela a desvalorização e a descontinuidade nas políticas públicas para o planejamento urbano de São Carlos.

O planejamento urbano é uma valiosa ferramenta para se obter em nossa cidade um desenvolvimento sustentável. Entretanto, a troca permanente de gestores dificulta a formulação de objetivos de médio e longo prazo, impede a consolidação e execução de um plano contínuo e traz consequências graves para o município.

Com a ausência, interrupção ou sobreposição de planos, todos perdemos!  

Deixamos de tirar o máximo proveito do orçamento municipal com a fragilidade nas informações de investimentos em infraestrutura e serviços, gerando um grande desequilíbrio nas demandas de crescimento com as tão importantes e urgentes necessidades ambientais. Também deixamos de contribuir com a melhor distribuição no desenvolvimento econômico no nosso território, sem alcançar objetivos sociais e sem criar uma estrutura de colaboração efetiva entre a administração pública, o setor privado e a população da nossa cidade.  

A descontinuidade de gestão e planejamento traz a instabilidade e a falta de credibilidade. Com a ausência de investimento em uma política de logo prazo, juntamente com a inépcia do poder público em garantir a permanência de seus gestores e defender o desenvolvimento do município das pressões e dos interesses particulares de poucos, perdemos a grande oportunidade de termos a previsibilidade de um ordenamento do território, um grande trunfo para reduzir as incertezas, as desigualdades e criarmos, de forma transparente e participativa, mais oportunidades comprometidas com uma sociedade mais justa e uma cidade melhor para viver!  

Sinceramente, queria ter tido mais tempo para aprender, compartilhar e colaborar nossa cidade pensando e planejando estratégias e diretrizes com uma nova abordagem que teria como premissa o "Desenvolvimento Urbano Sustentável no Município de São Carlos".  

Por fim, desejo a todos vocês muita Saúde, Paz e Sucesso.  

A vida segue em frente, e quem sabe um dia, nos encontraremos novamente!".   

Caio Graco H. V. Braga.
Arquiteto e Urbanista.



Mais notícias


Publicidade