Publicidade

politica

Vereador comemora regulamentação de lei que dá verba às escolas de São Carlos

Programa Dinheiro Direto na Escola Municipal vai permitir que diretores façam pequenos reparos e investimentos com verba anual

| ACidadeON/São Carlos -

PDDE-Municipal vai permitir que gestores escolares façam pequenos reparos e investimentos. (Foto: Divulgação/PMSC)
O vereador Roselei Françoso (MDB) comemorou a regulamentação de lei de sua autoria que criou o Programa Dinheiro Direto na Escola Municipal (PDDE-M) em São Carlos. A iniciativa permitirá que diretores escolares tenham à mão verba para pequenas melhorias nas unidades.

"O PDDE-Municipal irá transferir recursos suplementares para as escolas municipais por meio das Associações de Pais e Mestres, as famosas APMs", explica Roselei. Para o parlamentar, todo diretor de escola é um gestor que precisa ter alguma autonomia. Cada escola municipal receberá o valor de R$ 1 mil e mais R$ 20,00 por aluno.

"Atuei por 8 anos no setor de manutenção das escolas e sei que muitos dos problemas de infraestrutura podem ser resolvidos rapidamente pela direção da escola, como trocar um vidro, uma torneira ou consertar um portão", explica o parlamentar. 
 
Leia mais 
Vereador de São Carlos e deputado tentam visitar HU mas são ignorados
Câmara de São Carlos vota as diretrizes do Orçamento na segunda
Comissão pede reforço nas UPAs de São Carlos durante feriadão

A regulamentação da lei foi publicada no final de maio em edição do Diário Oficial do Município. Pela regra, diretores das escolas poderão utilizar o recurso para melhorar a infraestrutura física e pedagógica de forma mais ágil e dentro do que a legislação permite. Para receber o recurso, a escola terá que aderir ao PDDE-M. "O repasse será feito em parcela única e a prestação de contas será orientada pelo Departamento de Convênios da Prefeitura", observa o vereador.  

Do valor recebido, 40% devem ser destinados a despesas de investimento, como a compra de um material permanente, e 60% para custeio e material de consumo. O objetivo da lei é simplificar e racionalizar a gestão das escolas municipais. 
 
Veja também 
Balança comercial de São Carlos atinge déficit R$ 150 milhões em 2022  
Petrobras anuncia aumento nos preços da gasolina e do diesel  
R$ 27 milhões: Nota Fiscal Paulista faz nova liberação de créditos




Publicidade