Publicidade

politica

Tebet sinaliza apoio à "democracia" se não estiver no 2º turno

A atual senadora afirmou que defenderá a democracia mesmo que sua candidatura não chegue ao segundo turno

| ACidadeON/São Carlos -

 

Simone Tebet sinaliza possível apoio à Lula. (Foto: Pedro França/Agência Senado)
A atual senadora e pré-candidata à presidência da república nas eleições de 2022, Simone Tebet (MDB), sinalizou que apoiará "a democracia" caso não emplaque seu nome na disputa do segundo turno. 

Tebet afirmou, em entrevista ao g1 na última segunda-feira (20), que prefere apoiar um "palanque que defende a democracia" ao contrário de um candidato que "namora com o autoritarismo", segundo a senadora sobre o atual presidente Jair Bolsonaro. Em situações anteriores, a emedebista já havia dito que considera Luiz Inácio Lula da Silva um "democrata". 

Dessa forma, a parlamentar reforçou sua preferência de apoio que já havia sido sinalizada durante a CPI da Covid, quando Tebet se posicionou contra as medidas tomadas por Bolsonaro ao longo do combate à pandemia.  

VEJA TAMBÉM  

"Nem vai andar isso aí", diz Mourão sobre CPI da Petrobras    

PSDB e MDB dividem palanques em 16 Estados e DF, diz levantamento

A senadora afirmou, ainda, que, independente do resultado do primeiro turno, seguirá apoiando a democracia e as propostas de governo que defendem a implantação de políticas "que possam efetivamente tirar o País dessa vergonhosa estatística de ser um dos países mais desiguais do mundo", disse a parlamentar. 

No entanto, Tebet afirmou que está confiante em relação ao fortalecimento de sua candidatura e à possibilidade de ir para o segundo turno das eleições. Para crescer entre a intenção de votos do eleitorado, a parlamentar anunciou que pretende intensificar sua campanha e ampliar suas relações políticas, incluindo o chamado centrão. 

Além disso, a parlamentar afirmou que a eleição de 2022 também será caracterizada por uma grande polarização política entre dois candidatos fortemente criticados por suas posturas e ações e que enxerga em sua candidatura uma alternativa e uma possibilidade de unificação para o eleitorado que não simpatiza com nenhum dos dois extremos políticos.
 
LEIA MAIS 
 
Interdição da região da Estação segue até quinta (23) em São Carlos 
 
Dourado espera 30 mil visitantes na Festa de São João Batista

Publicidade