Patrocinador:

Publicidade

tudo inovação

MVP é fundamental para avaliar a opinião do cliente; entenda como funciona

O Produto Mínimo Viável possibilita ao cliente uma experiência com o produto ou serviço. Já com o empreendedor o feedback

| Tudo inovação -

 

Foto: Pixabay

 

O universo da inovação apresenta inúmeros termos e conceitos modernos para tratar sobre os negócios. Muitos ainda são desconhecidos, porém vêm sendo popularizados devido à necessidade diante de um mercado cada vez mais exigente. 

O MVP é um deles e tem grande importância na relação entre o empreendedor e o cliente, especialmente em relação ao desenvolvimento do produto ou serviço a ser oferecido. 

A sigla MVP refere-se ao Minimum Viable Product. Em português: Produto Mínimo Viável. Trata-se do primeiro produto ou serviço lançado pela startup ou empresa de inovação a ser apresentado ao consumidor antes de ser colocado definitivamente para a comercialização. 

ENTENDA 

Na fase do MVP o produto não está com todas as funcionalidades que pretende, mas precisa conseguir entregar uma solução. É um teste, mas uma das fases mais importantes. 

Nela o empreendedor passa do papel a ideia e a torna real, concreta. Também nesta fase existe a possibilidade de aprimorar o produto caso necessário.
Segundo a gerente do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp, Mariana Zanatta, tão importante quanto planejar um modelo de negócios bem estruturado é montar e apresentar o MVP. 

"É algo simples, mas que já possa estar na mão do cliente para ele testar, para que tenha alguma experiência com ele", afirmou. 

Essa possibilidade de realizar testes antes de entregar a versão final é um dos benefícios, porque também, caso seja necessário o ajuste, o empreendedor não perde todo o investimento feito até ali. 

FEEDBACK 

A proposta entrega para o usuário aquilo que ainda será aprimorado. E por meio dela é possível analisar a aceitação do público. Mesmo que ainda não esteja completo com tudo que se pensou em propor, essa interação é importante especialmente quanto ao feedback do cliente sobre a solução. 

Isso possibilita ao empreendedor fazer investimentos maiores sobre o produto diante de percepções que só são obtidas nessa interação. 

"Considerando que inovação é colocar uma ideia em ação, esta primeira versão do produto é um jeito de validar a proposta do que será entregue", avaliou a especialista. 

Mariana explicou que é uma forma de conversar com o consumidor final e com o mercado. "A partir do feedback é possível avaliar se o produto está no caminho certo. Assim o cliente pode te dar um feedback sobre essa solução proposta. Com isso você vai conquistar o primeiro cliente e ainda ter novos aprendizados", concluiu.

Mais notícias


Publicidade