Aguarde...

ACidadeON

vidaeestilo

Morre William Goldman, roteirista do filme 'Todos os Homens do Presidente'

| FOLHAPRESS

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O roteirista William Goldman, de 87 anos, morreu nesta sexta-feira (16), por complicações de uma pneumonia e de um câncer de cólon. A informação foi dada pelo site Deadline e confirmada pela filha do roteirista, Jenny Goldman, ao The Washington Post. Goldman foi ganhador de dois Oscar: um de melhor roteiro original, pelo filme "Butch Cassidy and the Sundance Kid" (1969) e outro de melhor roteiro adaptado, por "Todos os Homens do Presidente" (1976). Também escreveu "A Princesa Prometida", de 1987, e "A Sombra e a Escuridão" (1996), estrelado por Michal Douglas. É de sua autoria a frase 'siga o dinheiro' ('follow the money', no original), usada em "Todos os Homens do Presidente". No filme, de 1976, dois repórteres do jornal Washington Post que expõem a conspiração armada pela Casa Branca (o caso Watergate) para sufocar o Partido Democrata. Um informante secreto, chamado de 'Garganta Profunda', os aconselha a 'seguir o dinheiro' para chegar até o fim da história. Goldman também publicou livros de não-ficção sobre o negócio do cinema. No livro "Adventures in the Screen Trade", de 1982, o roteirista cunhou outra frase que ficaria famosa por traduzir o espírito de Hollywood. "Ninguém sabe de nada", escreveu ele. "Nem uma pessoa em todo o campo de cinema sabe com certeza o que vai funcionar. Toda vez é um palpite e, se você tiver sorte, é um dos bons."

Veja também