Aguarde...

Viu Essa?

'Nunca apaguei fotos', afirma Luciano Huck sobre fama de excluir amigos

Fala foi dita no programa Papo de Segunda, do canal GNT, na noite desta segunda-feira

| Folhapress

Luciano Huck (Foto: Reprodução)

A participação de Luciano Huck, 49, no Papo de Segunda (GNT) teve o objetivo de divulgar o documentário "2021: O ano que não começou", produzido por ele durante a pandemia e recém-lançado. O apresentador, no entanto, não escapou de algumas provocações durante a conversa e reagiu com bom humor -ou mudou de assunto.

"Eu nunca apaguei fotos", disse ele sobre a fama de excluir imagens com amigos envolvidos em investigações ou cancelados na internet. "Eu tenho foto com muita gente, mas nunca apaguei", emendou.

O apresentador Fábio Porchat, 37, chegou a citar o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), de quem Huck já foi próximo e que seria o "marco zero" da lenda de apagador de fotos do global. Huck desconversou. "Cara, eu tenho muita foto, com muita gente", disse.

Segundo o apresentador, as fotos que provocam críticas nas redes sociais são com pessoas que ele diz não saber terem feito coisas erradas ou que iriam cometer irregularidades. "Sou um cara da rua, um cara que nunca ficou encastelado. Eu gosto de rua, gosto de viajar, de estar nos lugares. E quanto mais você se expõe, mais riscos você corre. Eu sempre me arrisquei", afirmou. Huck disse ainda que acha importante mudar de opinião quando necessário.

Outro momento "saia justa" aconteceu quando Porchat fez uma pergunta, em forma de pegadinha, citando indiretamente a atriz Juliana Paes, 42, envolvida em polêmica com outros artistas após gravar um vídeo em que declara ser contra Bolsonaro e Lula e cita "delírios comunistas".

"Caro colega Luciano, me chamo Juliana e sou da paz", leu Porchat, como se estivesse falando sobre uma mensagem do #ajudaLuciano, hashtag direcionada ao apresentador em referência às doações que ele realiza em seu programa.

"Tive alguns delírios, militei publicamente, fui duramente criticada. Gostaria de saber se devo fazer mais um vídeo para me explicar ou o melhor é deixar meus delírios em segredo?", prosseguiu.

Huck e os outros apresentadores deram risada, ele pediu para pensar e mais uma vez despistou: "Próxima", disse, pedindo que fosse feita outra pergunta.

O programa contou com a participação de Angélica, por meio de mensagem gravada em vídeo. A apresentadora contou que gosta de comemorar o Dia dos Namorados com o marido e ganhou uma declaração de Huck.

"Sou muito louco nela. É uma pessoa que me fez tão bem", ele disse. Segundo Huck, Angélica é a pessoa mais normal e espiritualizada que ele conhece.

DOCUMENTÁRIO

O documentário "2021: O ano que não começou" aborda as conexões do mundo atual, refletindo sobre temas como desigualdade, educação, política, pobreza e tecnologia.

Foi planejado por Huck nos primeiros meses da pandemia quando ele estava isolado em casa e resolveu entrevistar diversas personalidades nacionais e internacionais sobre questões atuais.

As entrevistas foram transformadas no projeto e também serão lançadas no formato de livro. O filme está disponível no Globoplay.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON