Aguarde...

divirta-se

Evento da 40tena Cultural destaca mês da Consciência Negra

Evento da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto traz um bate-papo com Vilma Piedade

| ACidadeON/Ribeirao

 

Vilma Piedade (Foto: Divulgação)

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto destaca na programação da 40tena Cultural desta semana a comemoração ao mês da Consciência Negra. Os encontros acontecem pelo aplicativo Zoom, YouTube, Instagram e também pela nova plataforma oficial da instituição. As atividades são gratuitas e têm o objetivo de promover cultura, literatura e reflexão.

O bate-papo da quarta-feira (18), às 19h, traz o tema "Dororidade, Feminismo e Lutas por Direitos. A transmissão será no Instagram da Fundação. A escritora e professora Vilma Piedade discute o conceito "dororidade", termo criado por ela, e que batiza o seu livro lançado em 2017. Com parceria e colaboração do Centro Cultural Orunmila, a Fundação convidou Paula Oyarinu para mediar o encontro.

Pós-graduada em Ciência da Literatura pela UFRJ, Vilma Piedade explica que o conceito dororidade surgiu de sua inquietude em relação à sororidade - que, apesar de ser também importante para todas as mulheres, não contemplava a sua totalidade. "A dor provocada pelo machismo une todas as mulheres, mas, no nosso caso, jovens e mulheres negras temos, para além do machismo, a dor provocada pelo racismo. Dororidade veio pra dialogar com sororidade", afirma.

A escritora explica que, enquanto sororidade tem sua origem etimológica em "soror" (irmã), dororidade vem do prefixo latino "dolor" (dor). "O que chamamos de resistência, desde que fomos escravizadas, é a dor provocada pelo racismo em potência, em arte, música e literatura".

Ela cita um trecho de seu próprio livro para explicar as raízes do conceito: "Dororidade fala das sombras, da nossa ausência histórica, do Ser não Sendo. Dororidade tem a ver com a dor e a nem sempre delícia de se saber quem é".

SERVIÇO:
Bate-papo: DORORIDADE, FEMINISMO E LUTAS POR DIREITOS - Parceria e colaboração Centro Cultural Orunmila
Data: 18/11 (quarta-feira)
Horário: 19h às 20h
Plataforma: Site (clique aqui) e Instagram (@fundacaolivrorp)
Participantes: Vilma Piedade, com mediação de Paula Oyarin


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON