18 de abril de 2024
- Publicidade -
Tudo Notícias

Sérgio Moro será cassado? Saiba como será julgamento no Paraná

Expectativa é de que análise do processo, retomada nesta segunda (1º), dure por três sessões, indo até 8 de abril; confira

senador, ex-juiz, sérgio moro, discurso
Transmissão do julgamento está prevista pelo canal do TRE-PR no Youtube (Foto: Agência Senado)

O TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná) voltará a julgar, nesta segunda-feira (1º), processo que pede a cassação do mandato do senador Sérgio Moro (União Brasil – PR). Sessão está prevista para as 14h, com transmissão no Youtube pelo canal do TRE-PR.

Duas ações estão em andamento contra o ex-juiz, tendo sido protocoladas uma pelo PL, de Jair Bolsonaro, e outra pela Federação Brasil da Esperança (PT, PC do B e PV), base do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As acusações de cada frente foram unificadas pela Corte paraense em junho do ano passado e agora Moro responde por elas.

LEIA MAIS

Como é o Tonelero, submarino entregue por Lula e Macron?

Quem é Viktor Orbán da Hungria?

Pedido de cassação

As alegações dos partidos para a cassação de Moro estão relacionadas a práticas como:

- Publicidade -
  • Abuso de poder econômico
  • Caixa dois
  • Contratos irregulares
  • Uso indevido de meios de comunicação

Além disso, há apontamentos de vantagens indevidas do ex-juiz nas eleições, como gastos que ultrapassaram em R$ 2 milhões o estipulado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para campanhas ao Senado.

Por outro lado, a defesa entende como prejudicial a saída do senador do pleito presencial. Conforme trouxe Moro, em seu perfil no X, “o abandono da corrida presidencial gerado não só considerável e óbvio desgaste político, mas também impacto emocional”.

Sucessão

Em caso de condenação, além da cassação da chapa de Moro, ele ficará inelegível por oito anos. Para ocupar a vaga de senador, haverá nova eleição no Paraná.

Alguns nomes possíveis para a disputa são:

- Publicidade -
  • Deputada Gleisi Hoffman (PT)
  • Ex-líder do governo Ricardo Barros (PP)
  • Ex-primeira dama Michelle Bolsonaro (PL)

*Sob supervisão de Marcos Andrade

LEIA TAMBÉM

População paulista envelhece; idosos já são mais de 2 milhões

Janaína Boaventura
Estagiária no Tudo EP e a A Cidade ON, é graduanda em Estudos Literários pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Adentrou no Grupo EP em 2024 e atua nos conteúdos digitais, enfaticamente com a parte textual.
- Publicidade -
plugins premium WordPress