- Publicidade -
Viu essa?Taylor Swift em SP: veja onde estacionar e outras dicas para os shows da cantora

Taylor Swift em SP: veja onde estacionar e outras dicas para os shows da cantora

Passagem da artista pela capital paulista começa nesta sexta-feira (24) e se estende até domingo (26)

- Publicidade -

Taylor Swift começa, nesta sexta-feira (24), o primeiro de três shows no Allianz Parque, na zona oeste de São Paulo. Ela se apresenta até domingo (26), com a turnê The Eras. A cantora vem de passagem conturbada pelo Rio de Janeiro, onde se apresentou nos dias 17, 18 e 19.

Em relação ao percurso até o estádio, o fluxo intenso de carros faz do transporte rápido (moto e, para quem mora na região, bike) a melhor pedida. Por ser uma região bem servida de linhas de ônibus, eles também são uma opção. O site do Allianz cita as mais de 30 linhas que passam em frente ao estádio.

- Publicidade -

Os que vão de metrô ou trem podem descer na estação Palmeiras/Barra Funda, onde há a linha vermelha, as linhas rubi e diamante da CPTM. Ela fica a cerca de 10 minutos de caminhada da arena. Bom para quem não quer a muvuca da saída.

Há estacionamentos no entorno, mas eles geralmente cobram um preço alto em dias de jogos e shows no Allianz.

Onde estacionar para o show da Taylor Swift em SP?

Estapar do Allianz Park

Rua Padre Antonio Tomas, 72
Preços a partir de R$ 120

- Publicidade -

Estacionamento do shopping West Plaza

Avenida Francisco Matarazzo, s/n – Água Branca, a 850 metros do Allianz Park. As entradas são as seguintes:

1 – Bloco A: acesso pela Rua Barão de Tefé, 247;

2 – Bloco B: acesso pela Praça Souza Aranha;

3 – Bloco C: acesso pela Rua Mário Sett s/n;

4 – Entrada motos: acesso pela avenida Antártica.

Estacionamento do Bourbon Shopping

Rua Palestra Itália, 500

Perdizes, a 250 metros da arena.

Alex Park

Av. Antártica, 529

(11) 98151-0725

Park & Go Estacionamento

Av. Antártica, 675

(11) 3862-1911

Fecha às 20:00

Onde comer para o show da Taylor Swift em SP?

A Lareira

A poucos metros da Rua Palestra Itália, a grande padaria Lareira tem sido um destino bem procurado. Quem estiver de Uber, a dica é ficar ali até que a multidão que se aglomera depois dos shows se dissipa. Não vale a pena brigar por um motorista. Aos que forem para lá depois do show, por volta das 23h30, uma boa opção será o bufê de sopas servido com uma variedade grande de pães.

Ao chegar, saiba apenas que o atendimento desse lugar é sofrível, horroroso. Os atendentes são mal treinados e a demora por um pedido a la carte pode ser desgastante. Ou seja: vá mesmo de bufê, que vale a pena pela qualidade das sopas. Afinal, só depende do sua própria agilidade.

Av. Sumaré, 488 – Perdizes

Bar do Alemão

Olha aí um cantinho muito especial que acaba passando batido pela multidão. Um ótimo refúgio para quem quer comer em paz, ou assistindo belas apresentações com menos decibéis, depois de tanto agito é o histórico Bar do Alemão, uma portinha discreta no Viaduto Antártica, a poucos metros do Allianz, com uma programação.

O lugar que já foi teto boêmio de Adoniran Barbosa, Paulo Vanzolini e Paulinho da Viola terá nesta sexta um show com o trio Elaine Morie (voz e violão), André Rass (percussão) e Paulo Ribeiro (violão). Como começa às 21h30, deve estar rolando ainda, mas já caminhando para o fim, quando o show terminar. Não importa. O couvert consciente (as pessoas pagam aquilo que acharem justo) e o cardápio (o lanche de rosbife Cangalha é um espetáculo) são ótimos para embalar uma resenha quente dos Titãs

Av. Antártica, 554

Até 2h da manhã

Casa das Caldeiras

A casa da Caldeiras também é um importante ponto turístico próximo ao Allianz Park. Um dos muitos patrimônios históricos tombados na cidade, já foi um dos maiores polos de alimentação de energia de todo o complexo industrial da família Matarazzo, entre os anos 30 e 40. Depois de seu tombamento, ele se transformou em um centro cultural, com vários eventos culturais

Tudo isso pra dizer que, aos que vêm de longe e quiserem chegar mais cedo para estacionarem na região com tranquilidade, talvez valha uma visita rápida. A Casa fica a 10 ou 15 minutos de caminhada do Allianz, e, em seu piso térreo, acontece o Movimento Ocupa Térreo, do qual fazem parte a microcervejaria artesanal Brass Brew, a coquetelaria autoral Nu I Cru, a comedoria artesanal Cozinha Sow e o Térreo Ateliê – Laboratório de Artes Regenerativas da Casa das Caldeiras. Até 18h.

Avenida Francisco Matarazzo, 2000 – Água Branca,

Fone: 948151639

Dicas para quem vai ao show de Taylor Swift

A primeira dica para quem vai no show é ter calma. A expectativa e espera pela cantora foram grandes e serão muitas pessoas no mesmo ambiente, mas todas vão entrar no estádio e ver a apresentação. Para o público geral, os portões abrem às 16h, então evite chegar cedo demais na fila e se cansar para o show.

Na sexta e no domingo, a previsão do tempo indica que pode chover. Não deixe de levar uma capa de chuva e usar roupas leves e confortáveis. Também não deixe de passar protetor solar.

Após a tragédia do show do último dia 17, o governo mandou liberar a entrada de água nos estádios. Não deixe de se hidratar e não esqueça de ir ao banheiro antes da apresentação começar. A produção vai permitir copos plásticos descartáveis e garrafas plásticas flexíveis. Uma boa dica é levar algumas garrafas congeladas, para que elas não esquentem na espera pelo show.

A organização também disse que só vai permitir bolsas e mochilas de até 42 cm de altura e 32 cm de largura. Serão permitidos alimentos industrializados lacrados e barras de cereal. Não deixe de se alimentar, pois a apresentação é longa e os preços dentro do estádio podem ser altos.

Setlist dos shows da Taylor Swift

1 – Miss Americana & The Heartbreak Prince
2 – Cruel Summer
3 – The Man
4 – You Need To Calm Down
5 – Lover
6 – The Archer
7 – Fearless
8 – You Belong With Me
9 – Love Story
10 – Tis The Damn Season
11 – Willow
12 – Marjorie
13 – Champagne Problems
14 – Tolerate It
15 – …Ready For It?
16 – Delicate
17 – Don’t Blame Me
18 – Look What You Made Me Do
19 – Enchanted
20 – Long Live
21 – 22
22 – We Are Never Ever Getting Back Together
23 – I Knew You Were Trouble
24 – All Too Well (10 Minute Version)
25 – The 1
26 – Betty
27 – The Last Great American Dynasty
28 – August
29 – Illicit Affairs
30 – My Tears Ricochet
31 – Cardigan
32 – Style
33 – Blank Space
34 – Shake It Off
35 – Wildest Dreams
36 – Bad Blood
37 – Música surpresa 1
38 – Música surpresa 2
39 – Lavender Haze
40 – Anti-Hero
41 – Midnight Rain
42 – Vigilante Shit
43 – Bejeweled
44 – Mastermind
45 – Karma

Serviço

Taylor Swift – The Eras Tour

24, 25 e 26 de novembro

Abertura: 18h25 (Sabrina Carpenter)

Show da Taylor: 19h30

Allianz Parque. R. Palestra Itália, 200, Pompeia

Abertura dos portões: 16h

*Com informações da Agência Estado

LEIA MAIS

O que pode levar no show da Taylor Swift em São Paulo?

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -
plugins premium WordPress