- Publicidade -
EsportesAline Gomes, da Ferroviária, ganha a Bola de Ouro do Campeonato Brasileiro

Aline Gomes, da Ferroviária, ganha a Bola de Ouro do Campeonato Brasileiro

Iniciativa premia melhores craques de 2023; Suárez foi eleito o bola de Ouro entre os homens

- Publicidade -

*Por Agência Brasil

A mais tradicional – e a maior – premiação do futebol nacional, a ESPN Bola de Prata, elegeu nesta quinta-feira (7), em São Paulo, os melhores jogadores e as melhores jogadoras do Campeonato Brasileiro. E os premiados com a Bola de Ouro foram Aline Gomes, da Ferroviária, e Luís Suárez, do Grêmio.

- Publicidade -

Além da Bola de Ouro, a jogadora Aline Gomes também foi recebeu duas Bolas de Prata de revelação do campeonato e melhor atacante.

Aline, a maior vencedora da noite, celebrou os prêmios que recebeu. “Fiquei sabendo que tinha recebido o Bola de Ouro e também de [melhor] atacante. Mas o de revelação foi uma surpresa, só foi revelado na hora. Estou muito feliz”, disse ela.

Quando questionada se poderá, no futuro, se tornar sucessora da Marta, considerada a maior jogadora da história do Brasil e do futebol mundial, Aline disse que poderá assumir essa responsabilidade. “Essa é uma responsabilidade muito grande, mas aceito. Vou pegar para mim essa responsabilidade. Igualar-me a ela será muito difícil, não tem como comparar. Mas aceito esse posto e vou treinar bastante [para isso]”, argumentou.

BOLA DE PRATA

Com a Bola de Prata, que premia os melhores jogadores e jogadoras do campeonato em diversas categorias, a equipe que teve mais atletas premiados foi o Palmeiras, que se consagrou campeão brasileiro na noite da última quarta-feira (6), conquistando o 12º título no Campeonato Brasileiro.

No masculino, o Palmeiras conquistou a Bola de Prata de melhor treinador para Abel Ferreira. Também foram premiados o jovem Endrick (revelação e gol mais bonito), o goleiro Weverton, Raphael Veiga (meia), Mayke (lateral-direito), Murilo (zagueiro) e Piquerez (lateral-esquerdo).

- Publicidade -

Outros jogadores que levaram a Bola de Prata foram: Adryelson (zagueiro do Botafogo), Villasanti (volante do Grêmio), Pulgar (volante do Flamengo), Arrascaeta (meia do Flamengo) e Hulk (atacante do Atletico-MG). Paulinho, do Atlético-MG, levou a Bola de Prata de artilheiro do Brasileirão, com 19 gols.

FUTEBOL FEMININO

Já no futebol feminino, o grande vencedor foi o Corinthians, que venceu todas as quatro competições que disputou este ano: Libertadores, Paulista, Brasileiro e Supercopa do Brasil. O então técnico da equipe, Arthur Elias, que atualmente assumiu a seleção brasileira feminina, também foi premiado como o melhor treinador do Brasileiro. Também foram premiadas as jogadoras Kati (lateral-direita), Duda Sampaio (meia), Jheniffer (atacante), Yasmin (lateral-esquerda), Luana Bertolucci (volante), Vic Albuquerque (meia).

Outras jogadoras que foram contempladas com a Bola de Prata foram Luciana (goleira da Ferroviária), Day Silva e Luana (zagueiras da Ferroviária) e Brena (Santos).

Amanda Gutierres (Palmeiras) levou a Bola de Prata como artilheira (14 gols) e Vanessinha (Cruzeiro) venceu a disputa do gol mais bonito da competição.

Aos jornalistas, após receber o prêmio, o técnico Arthur Elias disse que 2023 foi um “ano fantástico” para ele.

“Vencemos os quatro campeonatos que disputamos. Sair do Corinthians com esse resultado é muito gratificante para mim, deixei um grande legado. Além desse ano histórico para o clube, veio o convite para a seleção brasileira. Me preparei muitos anos para isso e eu estou otimista com tudo o que posso construir lá. A gente quer colocar a seleção brasileira em outra posição e que todo mundo volte a respeitar e admirar a seleção. Elas [as atletas] merecem”, ponderou.

BOLA DE OURO

A edição deste ano marca os 50 anos do troféu Bola de Ouro, destinado ao melhor jogador e melhor jogadora do Campeonato Brasileiro. O troféu foi criado em 1973, após três edições do Bola de Prata, evento que, na época, era promovido pela Revista Placar. Na primeira edição, houve um fato inusitado, que nunca mais se repetiu: o prêmio foi dividido entre dois jogadores: o goleiro argentino do Santos, Agustín Cejas, e o zagueiro uruguaio do Grêmio, Atílio Ancheta.

Ao longo dos anos, a iniciativa consagrou grandes craques e nomes do futebol brasileiro como Zico, que levou o prêmio em 1974 e em 1982 pelo Flamengo. Além dele, também ganharam duas Bolas de Ouro os jogadores Falcão (em 1978 e 1979), Toninho Cerezo (1977 e 1980), o goleiro Roberto Costa (1983 e 1984) e César Sampaio (1990 e 1993).

Outros grandes jogadores que já receberam o troféu foram Neymar (2011), Ronaldinho Gaúcho (2012) e Romário (2000). Desde 2021, o prêmio passou também a contemplar a competição feminina.

FIQUE ON

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Araraquara? Siga o perfil do acidade on Araraquara no Instagram e também no Facebook.

Receba notícias do acidade on Araraquara no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link aqui.

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Araraquara e região por meio do WhatsApp do acidade on: (16) 99151-3088.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -