Conselho Municipal de Cultura de Araraquara elege representantes Conselho Municipal de Cultura de Araraquara elege representantes

Conselho Municipal de Cultura de Araraquara elege representantes

O mandato dos conselheiros eleitos será de 2021 a 2023; uma segunda chamada irá eleger os representantes das cadeiras: Artes Visuais, ONGs, e Patrimônio Folclórico Popular

Casa da Cultura Araraquara (Foto: Amanda Rocha)


Na última quarta-feira (24) foi realizada eleição para formação do Conselho Municipal de Cultura de Araraquara, órgão que formula políticas públicas, com a participação autônoma e organizada dos segmentos da sociedade integrantes da ação cultural da cidade. O mandato dos conselheiros eleitos será de 2021 a 2023.

A eleição foi referente às representações das linguagens artísticas: Artesanato, Capoeira, Cine/Foto/Vídeo, Circo, Cultura Hip Hop, Dança, Literatura, Música, Preservação das Tradições Culturais e Teatro. Em breve, em data a ser definida pela Secretaria Municipal da Cultura, haverá uma segunda chamada para as vacâncias: Artes Visuais, ONGs, e Patrimônio Folclórico Popular.

O Conselho Municipal da Cultura é um instrumento para uma gestão cultural democrática, transparente e colaborativa na deliberação, contribuição e fiscalização da política cultural do governo municipal. Sua finalidade é formular políticas públicas, promover a participação autônoma organizada de todos os segmentos da sociedade integrantes da ação cultural do município e implementar ações destinadas ao fortalecimento das atividades culturais de Araraquara.

A formação é composta por representantes da sociedade civil, de diversas áreas artísticas e de representantes do poder público e de instituições, totalizando 30 membros titulares mais seus suplentes.

Puderam se candidatar ao cargo como representante das diversas áreas culturais, e também votar: as pessoas inseridas no contexto cultural das linguagens artísticas apresentadas.

Para se candidatar os artistas tiveram que atentar à algumas considerações, como atuar no mínimo há três anos na área escolhida; para votar: são aqueles que atuam há pelo menos um ano na linguagem artística. Os critérios para votar e ser votado são estabelecidos na lei nº 7953, de 06 de junho de 2013 os interessados podem retirar uma cópia na Secretaria Municipal da Cultura (Palacete das Rosas Paulo A.C. Silva).

Vale lembrar que também podem participar representantes das instituições, associações e serviços culturais, ONG sem fins lucrativos ligada à produção e difusão cultural no município, escolas de carnaval, patrimônio folclórico popular, e associações de preservação das tradições culturais.

A Secretaria Municipal da Cultura lembra que os representantes eleitos pelo Orçamento Participativo tiveram eleição separada. Todos os representantes eleitos pelo OP foram candidatos únicos à vaga, eleitos com o critério 'ausência de inscrições que justifiquem votação'.

Ainda, importante informar que os conselheiros eleitos não recebem qualquer forma de gratificação e os serviços prestados são considerados de relevante interesse social.

Eleição Conselho Municipal de Cultura de Araraquara (CMCA):

Artesanato

Izildinha Ricardo Alves Castelari - Titular

Lizete Aparecida Girasolo Bachi - Suplente

Capoeira

José Gomes Sobrinho Titular

Cine / Foto/ Vídeo

Paulo Afonso Monteiro Delfini Titular

Circo

Isabel de Almeida Telles Macari Titular

Bárbara Monteiro S. M. Alves Suplente

Cultura Hip Hop

Alexandre Luis Francisco Titular

Vinicius Floriano Gonçalves Suplente

Dança

Beatriz Ponchio Borghi Titular

Daniela Perez Suplente

Literatura

Rodrigo C Vulcano dos Santos Titular

Música

André Luiz Bonifácio da Silva Titular

Preservação das Tradições Culturais

Eduardo Marçal Chaves Titular

Teatro

Victor Ferrari Titular

Representantes eleitos pelo OP:

População Jovem

Vinicius Bocanegra Luís

População Idosa


Jair Antônio Alves

População LGBTQIA+

Fabiano de Castro Barbosa

População de Araraquara

Endrigo Zapatta

População de Araraquara

Jenifer Antônia Brigida Moyses


Amanda Rocha

Amanda Rocha é formada em jornalismo e atua na imprensa do interior paulista desde 2010. Fotojornalista, filmmaker e repórter de matérias do cotidiano, cultura e causas sociais. Nascida em Bauru, está radicada em Araraquara há sete anos, integra a equipe do acidadeon Araraquara desde 2016. Gosta de contar histórias através de imagens e textos. Publicou dois livros de fotografia: “A imagem no museu do sonho – uma visão imaginária de Sandman” (2014) e “Imagens em Jogo” (2017). É compositora e guitarrista na banda La Burca, tem três discos lançados de forma independente. + info

Mais Notícias

Mais Notícias