- Publicidade -
CotidianoAdolescente que foi a feijoada ajudar o pai morreu de febre maculosa, confirma Adolfo Lutz

Adolescente que foi a feijoada ajudar o pai morreu de febre maculosa, confirma Adolfo Lutz

Erissa Santana, de 16 anos, é a quarta vítima fatal da doença que se infectou durante a ‘Feijoada do Rosa’, realizada em fazenda de Campinas

- Publicidade -

 

Erissa Nicole Santana, de 16 anos, teve morte confirmada para febre maculosa (Foto: Arquivo pessoal)
Erissa Nicole Santana, de 16 anos, teve morte confirmada para febre maculosa (Foto: Arquivo pessoal)

A adolescente de 16 anos que esteve na Fazenda Santa Margarida para ajudar o pai na “Feijoada do Seo Rosa” e que morreu na última terça-feira (13) também foi infectada por febre maculosa. A confirmação da causa do óbito foi divulgada nesta quinta-feira (15) pelo Instituto Adolfo Lutz. Outras três pessoas que participaram da festa também morreram pelo mesmo motivo. No local, no distrito de Joaquim Egídio, a Prefeitura confirmou a existência de um surto da doença. 

- Publicidade -

Erissa Santana esteve no evento acompanhando o pai, que tem uma empresa que presta serviços de ambulâncias e brigadistas. Um funcionário contou à reportagem que a empresa estava na feijoada prestando os serviços. Erissa teria ido à fazenda para levar uma bolsa de material com medicações, e junto com a mãe, ficou por cerca de meia-hora no espaço usado como ambulatório.

Em contato com a EPTV Campinas, o funcionário da empresa relatou ainda que a jovem não tinha costume de circular em eventos por causa da idade. A família, abalada, preferiu não comentar o caso. O enterro da adolescente aconteceu na tarde desta quarta-feira (14) em Campinas. 

INTERNAÇÃO, MORTE E NOTIFICAÇÃO

A secretaria de Saúde informou que foi notificada na noite de terça sobre a morte da adolescente, que estava internada em um hospital privado no município com suspeita de febre maculosa.

“Ela compareceu ao mesmo evento, no dia 27 de maio, do qual participaram outras três pessoas que morreram em consequência de complicações da doença. A festa aconteceu na Fazenda Santa Margarida, no distrito de Joaquim Egídio (região Leste), local provável de infecção”, disse em nota.

Segundo a Saúde, a jovem foi hospitalizada no dia 9 e o caso dela já havia sido notificado à Vigilância em Saúde como suspeito de febre maculosa, dengue, leptospirose ou meningite, mas a família só comunicou sobre a participação no evento ao ver a repercussão na imprensa.

- Publicidade -

SEIS MORTES CONFIRMADAS

Até o momento, quatro pessoas que estiveram na feijoada morreram devido à doença. Veja:

  • Mulher de 36 anos, de São Paulo. Morreu dia 8 de junho – caso confirmado;
  • Homem de 42, de Jundiaí. Morreu dia 8 de junho – confirmado;
  • Mulher de 28 anos, de Hortolândia. Morreu dia 8 de junho – confirmado;
  • Adolescente de 16 anos, de Campinas. Morreu dia 13 de junho – confirmado.

Além delas, outras duas pessoas também faleceram entre os meses de fevereiro e abril. Os casos, porém, não têm relação com o surto atual da doença na Fazenda Santa Margarida:

  • Homem, 47 anos, morador do Parque Jatibaia (abrangência do CS Sousas). O local provável de infecção é a área do Rio Atibaia, no distrito de Sousas. Teve os primeiros sintomas em 28 de janeiro de 2023 e morreu em 3 de fevereiro;
  • Mulher, 62 anos, moradora do Jardim Sorirama (área de abrangência do CS Sousas). O local provável de infecção está em investigação. Os sintomas começaram em 16 de abril. Morreu no dia 23 do mesmo mês.

LEIA TAMBÉM

Fazenda Santa Margarida ficará fechada por 30 dias após 5 casos de infecção por febre maculosa

Prefeitura suspende eventos na Fazenda Santa Margarida após 3 mortes; entenda

CASOS SUSPEITOS

Além das quatro mortes confirmadas de pessoas que estiveram na “Feijoada do Rosa”, a secretaria de Saúde de Campinas confirmou que o caso de uma mulher de 40 anos de Hortolândia também é investigado. Ela teve os  sintomas, está internada e aguarda análise do Instituto Adolfo Lutz

Além dela, uma mulher de 38 anos de Campinas também recebe tratamento no hospital após participar de um evento na mesma fazenda. Ela, porém, esteve no show do Seu Jorge, realizado no dia 3 de junho e que passou a ser foco de monitoramento do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde). O órgão, inclusive, não descarta realizar uma busca ativa por mais casos suspeitos. 

O QUE DIZ A FAZENDA

Em nota nota, divulgada nesta quarta-feira, a Fazenda Santa Margarida confirmou a suspensão de eventos após a determinação da Prefeito e informou sobre um plano de ações no local

“Tendo em vista as recentes informações sobre os casos de febre maculosa, a Fazenda Santa Margarida recebeu com tristeza as notícias e lamenta muito o ocorrido.  E, por meio desta, vem esclarecer e apresentar alguns fatos:

Na noite de ontem, 13 de junho de 2023, a Prefeitura de Campinas, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DEVISA), esteve em nossas dependências para apresentar novas medidas e orientações. A Fazenda está trabalhando num plano de ação que deverá apresentar aos órgãos competentes ainda essa semana.

Diante dos últimos acontecimentos e, buscando maneiras de viabilizar e estruturar medidas de adequação necessárias, a empresa, por liberalidade, permanecerá fechada pelos próximos 30 dias. Uma vez que a região passa por momento delicado, essa decisão visa assegurar o bem-estar de nossos visitantes, colaboradores e da comunidade em geral.

Ressaltamos que toda a documentação da Fazenda está em conformidade e regularidade com os órgãos competentes e às exigências legais, incluindo a Prefeitura Municipal de Campinas. e por este motivo os eventos agendados permanecem inalterados.

É importante destacar novamente que, nos últimos anos, nunca houve qualquer caso semelhante a este.

Em tempo: diante de novas determinações da Prefeitura Municipal, através do DEVISA, ainda hoje será apresentada uma listagem dos eventos agendados para os próximos seis meses, além das medidas de cautela determinadas pelo departamento. Essas medidas incluem a comprovação da comunicação a todos os participantes dos eventos ocorridos na Fazenda Santa Margarida, entre 26 de maio e 3 de junho, informando sobre medidas de saúde e bem-estar a serem adotadas em relação a febre maculosa e, orientações de procurar um serviço de saúde, caso o visitante tenha apresentado sintomas da doença.

A Fazenda Santa Margarida reforça o compromisso em manter e tomar todas as providências necessárias para garantir mais segurança e o conforto de seus visitantes e se mantém aberta ao diálogo com as autoridades e a comunidade durante esse período”.

LEIA MAIS

Abono salarial: Caixa libera benefício para nascidos em setembro e outubro

- Publicidade -
Mídias Digitais
Mídias Digitaishttps://www.acidadeon.com/
A nossa equipe de mídias digitais leva aos usuários uma gama de perspectivas, experiências e habilidades únicas para criar conteúdo impactante., com criatividade, empatia e um compromisso com a ética e credibilidade.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -