- Publicidade -
CotidianoEstado de SP anuncia redução de imposto da gasolina e prevê queda no preço

Estado de SP anuncia redução de imposto da gasolina e prevê queda no preço

Queda deve ser de R$ 0,48 por litro na bomba; redução no ICMS é de 25% para 18%

- Publicidade -

Redução do ICMS sobre a gasolina vale para todo estado (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

 

- Publicidade -

O estado de São Paulo anunciou na manhã desta segunda-feira (27) a redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da gasolina de 25% para 18% nos municípios paulistas, incluindo Campinas. 

A expectativa é que a medida cause a redução de aproximadamente R$ 0,48 por litro do combustível na bomba. 

Com essa medida, que regulamenta a Lei Federal 194/22, a arrecadação estadual deverá ser impactada em R$ 4,4 bilhões.  A resolução foi assinada pelo secretário da Secretaria da Fazenda e Planejamento, Felipe Salto, e ainda deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado.   

“Se hoje nós temos uma gasolina em São Paulo em um preço médio de R$ 6,97, teremos um preço médio abaixo de R$ 6,50″, disse o governador Rodrigo Garcia (PSDB), durante o anúncio. O governo afirma que São Paulo congelou o ICMS embutido na gasolina em R$ 1,50 desde novembro de 2021.   

LEIA TAMBÉM 
Ataque a shopping em Campinas: três são presos e um morre
 
Vídeo: homem coloca fogo em carros de estacionamento em Campinas 
Sete apostas de Campinas acertam a quadra da Quina de São João

- Publicidade -

“Hoje o imposto estaria em R$ 1,74 sem o congelamento do preço. Com a redução anunciada nesta segunda-feira, o valor chega a R$ 1,26 em 1º de julho, o que representa R$ 0,48 de colaboração à redução do preço na bomba“, disse nota enviada pelo governo paulista. 

“Estamos implantando imediatamente a redução proposta pela lei federal sancionada pelo presidente da República. Nossa expectativa é que essa decisão cause um efeito na bomba de gasolina de redução de cerca de R$ 0,48. Se hoje nós temos uma gasolina em São Paulo em um preço médio de R$ 6,97, portanto teremos um preço médio abaixo de R$ 6,50, com essa decisão que o Governo do Estado toma hoje”, disse o governador Rodrigo Garcia (PSDB).

Ainda conforme o governo, o Procon deverá divulgar os preços médios dos combustíveis antes da redução do ICMS para que o consumidor possa saber se a medida refletiu na redução nos preços nas bombas. A resolução da Secretaria da Fazenda também reduz para 18% o ICMS da energia elétrica e serviços de comunicação.  
 
LEIA MAIS 
Homem atropela policial militar e admite ter usado drogas em Americana

 

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -