- Publicidade -
CotidianoGreve por falta de salários tira ônibus de circulação em Amparo

Greve por falta de salários tira ônibus de circulação em Amparo

Paralisação de motoristas e cobradores da empresa Mirage durante a manhã também suspendeu o transporte escolar e afetou o sistema público em Itapira

- Publicidade -

 

Entrada da empresa Mirage, responsável pelo transporte público em Amparo (Foto: Giuliano Tamura/EPTV Campinas)
Entrada da empresa Mirage, responsável pelo transporte público em Amparo (Foto: Giuliano Tamura/EPTV Campinas)

 

- Publicidade -

*Matéria atualizada às 12h37 do dia 38 de setembro de 2022

A greve de motoristas e cobradores da empresa Mirage suspendeu a circulação de ônibus do transporte público de Amparo, no Circuito das Águas, na manhã desta quarta-feira (28). Os funcionários reclamam da falta de pagamento de salários. O movimento afetou ainda o transporte escolar e acontece também em Itapira (veja mais abaixo).

O número de passageiros afetados não foi divulgado pelo município, mas a situação deixou 550 alunos da rede pública sem os ônibus escolares, o que corresponde à metade do total de estudantes atendidos pelo transporte, 1.100. Por volta de meio-dia o serviço foi retomado, mas não se sabe o que teria definido um acordo entre as partes

A paralisação foi confirmada pela prefeitura de Amparo através de nota. No texto, a administração alega que os trabalhadores deliberaram começar a greve “sem aviso prévio”, “alegando falta de pagamento de direitos trabalhistas” e mesmo após “uma tentativa amigável, sem êxito, por parte da secretaria”.

 

- Publicidade -

“Diante da ilegalidade da paralisação, a Administração Municipal adotará medidas judiciais para que a situação seja normalizada o mais rápido possível e minimize o sofrimento da nossa população que há tempos já vem enfrentando percalços pela má qualidade na prestação do serviço”, alega o comunicado.

 

A prefeitura também lembra que a empresa é alvo de fiscalizações e processos administrativos e justificou que os repasses mensais à terceirizada estão “rigorosamente em dia” e que os valores, inclusive, tiveram aumento recentemente, chegando a R$ 182 mil no último pagamento, em 3 de setembro.

 

LEIA MAIS

Polícia Federal faz operação em Campinas contra rádio pirata

Motorista perde controle de carro e atinge poste em Campinas

 

EM ITAPIRA

A Prefeitura de Itapira também confirmou a greve que alegou “que a falta de pagamento de funcionários e cobradores do transporte coletivo do município são de única e exclusiva responsabilidade da Mirage Transportes Coletivos Ltda”. A nota defende ainda que “não há nenhuma pendência” financeira.

 

“A Prefeitura lamenta o transtorno causado aos funcionários e a todos os usuários do transporte coletivo e está em tratativas com a empresa para que a situação seja normalizada o quanto antes”, diz, por fim, o texto. Na cidade, o serviço atende, em média, 42 mil pessoas por mês, segundo a administração.

 

O OUTRO LADO

A EPTV Campinas e o acidade on Campinas tentou contato com a empresa Mirage Transportes Coletivos Ltda., mas não obteve resposta até o fechamento desta reportagem. Esse texto será atualizado assim que isso acontecer.

 

LEIA TAMBÉM

Como conseguir trabalho pelo LinkedIn
 

 

- Publicidade -
Mídias Digitais
Mídias Digitaishttps://www.acidadeon.com/
A nossa equipe de mídias digitais leva aos usuários uma gama de perspectivas, experiências e habilidades únicas para criar conteúdo impactante., com criatividade, empatia e um compromisso com a ética e credibilidade.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -