- Publicidade -
CotidianoPreso por matar a irmã é encontrado morto na cadeia

Preso por matar a irmã é encontrado morto na cadeia

Suspeito foi encontrado na cela por agente penitenciário e teve a morte confirmada no hospital; relembre o caso

- Publicidade -

O homem preso por assassinar a irmã espancada na madrugada da última sexta (8), em Monte Mor, foi encontrado morto na cela onde era mantido, em Hortolândia. O suspeito foi encontrado por um agente penitenciário e teve a morte confirmada no hospital (leia mais abaixo).

- Publicidade -

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo, o trabalhador “relatou que estava trabalhando, quando foi acionado para verificar um barulho vindo de uma cela”. No local, viu o investigado e o levou ao Hospital Mário Covas, onde teve o óbito constatado.

O caso aconteceu em uma unidade prisional no bairro Jardim Santa Emilia, em Hortolândia. “Exames periciais foram requisitados e o caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia de Hortolândia“, complementou o comunicado da pasta divulgado à imprensa.

Como foi o crime?

A Guarda Municipal de Monte Mor prendeu em flagrante o suspeito de assassinar a própria irmã na madrugada de sexta-feira. Segundo a apuração preliminar da Polícia Civil, ele espancou a vítima, que morreu no hospital. A mãe também foi agredida.

De acordo com a polícia, o suspeito tem 37 anos e é técnico de segurança do trabalho. O homem já foi preso antes por violência doméstica (Lei Maria da Penha), lesão corporal e ameaça. Para a reportagem da EPTV que estava em frente à delegacia, onde o caso foi registrado, parentes afirmaram que ele foi solto há cinco meses.

Como foi descoberto?

Segundo a polícia, por volta das 3h20 da madrugada de sexta-feira, vizinhos da vítima denunciaram o caso, por causa do barulho, e uma equipe da Guarda Municipal foi até o local, na Rua Jardim Câmara Dalgallo, no Jardim Paviotti.

- Publicidade -

Segundo a GM, Beatriz Aparecida da Conceição, de 52 anos, (irmã do suspeito) estava caída, inconsciente e com o rosto desfigurado.

Shirley da Conceição, de 72 anos, mãe do suspeito, também estava bastante ferida no local. As duas foram levadas de ambulância para o Hospital Municipal de Monte Mor, mas Beatriz, não aguentou os ferimentos e morreu. A mãe do suspeito foi atendida e liberada. Ainda segundo a polícia, a vítima que sobreviveu está sob efeito de medicamentos e não tem condições de prestar depoimento.

Segundo parentes, a vítima fatal já havia pedido medida protetiva contra o irmão.

Como ele foi preso?

A GM informou que conseguiu prender o suspeito do crime a 500 metros da casa onde o crime ocorreu. Em depoimento informal à equipe da GM, ele admitiu a agressão mas não falou sobre os motivos. Na delegacia, o suspeito ficou bastante agressivo, chegou a quebrar cadeiras e uma algema.

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Campinas? Siga o perfil do acidade on Campinas no Instagram e também no Facebook.

Receba notícias do acidade on Campinas no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link: bit.ly/3krPaDY

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Campinas e região por meio do WhatsApp do acidade on Campinas: (19) 97159-8294

LEIA TAMBÉM NO TUDO EP

Usar verde no Natal: veja qual é o significado da cor

Pão de queijo vegano: Ana Maria Braga ensina deliciosa opção

- Publicidade -
Leandro Las Casas
Leandro Las Casas
Graduado pela PUC-Campinas desde 2011, atua há 14 anos no Jornalismo, área na qual cobriu sete eleições, participou de grandes coberturas e esteve a frente de podcasts e projetos de assessoria. Começou a carreira na rádio CBN Campinas, onde foi estagiário, repórter e apresentador. No acidade on Campinas, assina matérias e reportagens de todas as editorias desde 2021.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -