- Publicidade -
CotidianoPais denunciam falta de água, energia e gás em creche de R$ 7 mi inaugurada pela Prefeitura

Pais denunciam falta de água, energia e gás em creche de R$ 7 mi inaugurada pela Prefeitura

Alunos foram transferidos de forma temporária para a creche Campo Florido II nesta quarta-feira (19), mas encontraram diversos problemas na unidade

- Publicidade -
- Publicidade -

Um grupo de pais foi surpreendido na manhã de hoje (19) pela falta de estrutura básica em uma creche municipal, recentemente inaugurada pela Prefeitura de Campinas, e que ainda não estava em funcionamento. As reclamações ocorreram diante da falta de estrutura, como água e energia, na creche Campo Florido II, que fica na Rua Luís José Junqueira Freire, 225, no Residencial Campo Florido II. A unidade foi a primeira do programa Espaço do Amanhã a ser inaugurada pelo Município, em abril, com um investimento de R$ 7,7 milhões.

Os pais tiveram que levar as crianças ao local hoje porque a unidade em que elas estudavam, a creche Domingos Walter Schimidt, vai passar por obras. Elas foram transferidas nesta quarta-feira temporariamente para o local. Porém, ao chegarem no espaço, as mães e pais se depararam com questões como falta de água, gás e energia elétrica.

Paula Francinete de Araujo, mãe de uma das alunas, chegou a gravar um vídeo relatando os problemas encontrados.

Falta de estrutura na creche

A creche Campo Florido II vai atender até 320 crianças, de até 5 anos, mas as aulas só começam oficialmente no segundo semestre – ou seja, a partir do mês que vem. As crianças que estão no local hoje da creche Domingos Walter Schimidt, que fica a um quilômetro de distância, e a unidade vai passar por reformas no telhado. Por conta disso, os pais receberam o recado de que as aulas vão acontecer temporariamente no espaço, que até então não estaria funcionando oficialmente.

O primeiro dia de aula na creche provisória foi nesta quarta-feira (19), e pais e funcionários já encontraram diversos problemas quando chegaram. Alguns deles são falta de energia elétrica, o que impossibilita o uso de geladeira, computadores e outros eletrodomésticos; ausência de chuveiros para dar banho nas crianças; além da falta de gás, o que não permite fazer a merenda para os alunos.

Por conta da falta de estrutura, alguns pais optaram por não deixar os filhos na creche.

- Publicidade -

“A escola não tem energia, a escola não tem água, não tem uma estrutura para atender as crianças, sendo que podiam trocar o telhado da outra escola nas férias, que começam daqui duas semanas”, relata a mãe de um dos alunos, Glaucia Helena Silva.

Paula Francinete de Araujo, mãe de uma das alunas, disse em entrevista à EPTV que alguns pais doaram galões de água mineral, já que não confiam na água que está sendo fornecida pela creche. “Eu vim buscar minha filha porque não tem condição de deixar ela aqui, sem água, sem alimento”, detalha.

Segundo a cabeleireira Rose Santos, foi informado que a nova unidade não tem uma rede de energia suficiente para manter a creche funcionando como deveria ser, para sustentar os freezers, chuveiros, ventilador, entre outros. Em imagens gravadas pela reportagem da EPTV Campinas é possível ver que foi feita uma ‘gambiarra’ com alguns cabos para poder mandar energia para a unidade.

“Gambiarra” feita nos fios de energia. (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)

O que diz a Prefeitura?

Em nota à EPTV, a Prefeitura disse que o prédio da creche Campo Florido II está pronto e que a entrada de alunos estava planejada para agosto. Apesar dos problemas apontados, disse que não existe problema estrutural e que toda rede elétrica foi feita de acordo com as exigências da CPFL, mas que falta a companhia fazer a ligação total da eletricidade.

A Administração ainda reforçou que nenhuma das 295 crianças transferidas vai ficar sem merenda escolar, já que a comida vai ser preparada em uma escola a 800 metros de distância do local. Sobre a água, foi informado que o fornecimento está normal. Já em relação ao gás, a informação é de que a rede está pronta e o abastecimento está programado pra ser feito ainda hoje.

A reforma da outra unidade, a Walter Schmidt, deverá ser concluída em três meses.

Também foi solicitado pela EPTV uma posição da CPFL sobre o ligamento total da rede na creche, mas a empresa não retornou até o momento de publicação da matéria.

Veja a nota da Prefeitura na íntegra:

O prédio do Centro de Educação Infantil (CEI) Campo Florido II está pronto. Foi entregue em 20 abril. E a entrada de alunos estava planejada para agosto, como foi comunicado à população. Não existe problema estrutural na unidade, que está com toda a sua rede elétrica executada de acordo com as exigências da CPFL. O pedido de funcionamento com a capacidade total de eletricidade já foi feito, mas depende de a concessionária fazer a liberação.
Diante da emergência, porque a escola CEI Domingos Walter Schmidt, na Vila San Martin II, está passando por uma reforma do telhado, as 295 crianças foram transferidas para o local. São alunos de 0 a 5 anos, que estudam em períodos integral ou parcial.
Ressaltamos que nenhuma criança ficará sem a merenda escolar. Foi planejado o envio de todas as refeições que serão feitas numa escola próxima, que fica a 800 metros.
Sobre o abastecimento de água, está normal. Em relação ao gás de cozinha, a rede está pronta e o abastecimento está sendo programado para ser feito hoje, já que as refeições estão sendo feitas em outra unidade.
A reforma do telhado da CEI Domingos Walter Schmidt estará concluída em três meses.

*Com informações de Jorge Talmon/EPTV Campinas

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Campinas? Siga o perfil do acidade on Campinas no Instagram e também no Facebook

Receba notícias do acidade on Campinas no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link aqui!

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Campinas e região por meio do WhatsApp do acidade on Campinas: (19) 97159-8294.

LEIA TAMBÉM NO ACIDADE ON PIRACICABA

Inverno começa nesta semana e deve ter temperaturas acima da média; veja as mínimas

Inscrições do 51º Salão Internacional de Humor terminam dia 30

- Publicidade -
Vitória Silva
Vitória Silva
Repórter no ACidade ON Campinas. Formada em Jornalismo pela Unesp, tem passagem pelos portais Tudo EP e DCI, experiência em gravação e edição de vídeos, produção sonora e redação de textos, com maior afinidade com temas que envolvem cultura e comportamento.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -